‘O mínimo que devo ao Lula é lealdade’, diz Haddad
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

'O mínimo que devo ao Lula é lealdade', diz Haddad

Fernando Haddad já foi ministro da Educação, durante o governo Lula, e prefeito de São Paulo. Hoje, não ocupa nenhum cargo oficial e dá aulas de gestão pública em uma universidade, o Insper.

Foi na sede da instituição, no bairro Vila Olímpia, na Zona Sul de São Paulo, que o petista recebeu a BBC Brasil para uma entrevista.

Ele comentou sobre a possibilidade de ser candidato nas eleições de 2018. “Quero ouvir o Lula”, afirmou. “O mínimo que devo a ele é lealdade.”

Na conversa de pouco mais de uma hora realizada na última sexta-feira, Haddad fez críticas a seu sucessor, João Doria.

E explica por que considera que o momento não permite ao seu partido pedir desculpas por seus erros.