BBC World Service LogoHOMEPAGE | NEWS | SPORT | WORLD SERVICE
Portuguese Pesquisa na BBC Brasil
 
Primeira Página
Saúde &
Tecnologia
Economia
Cultura
Especial
Fórum
Aprenda inglês
ÁUDIO
Dois minutos pelo mundo
Notícias
Mundo Hoje
De Olho
no Mundo
Programação
Como Sintonizar
SERVIÇOS
Parceiros
Sobre a BBC
Expediente
Página simplificada
Fale com a gente
Empregos
E-manchetes
LÍNGUAS
Espanhol
Português para a África
Árabe
Chinêês
Persa
Hindi
Urdu
BBC News
BBC Sport
BBC Weather
 Você está em: Saúde & Tecnologia
05 de fevereiro, 2003 - Publicado às 09h18 GMT
Pesquisa diz que a meditação é boa para o cérebro



Cientistas da Universidade de Wisconsin-Madison, nos Estados Unidos, dizem ter descoberto evidências de que a prática de meditação provoca alterações biológicas no corpo.

Em um estudo com 41 pessoas, os cientistas chegaram a conclusão de que a meditação pode ter efeito positivos para o cérebro e para o sistema imunológico dos praticantes.

O trabalho foi feito com base em uma técnica criada pelo americano Jon Kabat-Zinn, especializado na redução de estresse e no trabalho com pacientes que têm que lidar com dor e desconforto durante internações hospitalares.

Para definir o efeito da meditação, o grupo de pesquisados foi dividido ao meio.

Melhoras

Após a divisão, um grupo de estudo formado por 25 pessoas passou a freqüentar uma aula semanal de meditação e realizou uma sessão contínua de sete horas, durante o período da pesquisa, que durou oito semanas.

Esse grupo também realizou exercícios de meditação em casa.

O outro grupo não realizou o processo e foi apenas monitorado pelos cientistas em suas atividades cotidianas.

Depois das oito semanas, os pesquisadores mediram a atividade elétrica do cérebro dos dois grupos e analisaram seu estado emocional.

Chegou-se à conclusão de que os indivíduos que realizaram as meditações aumentaram a atividade elétrica na parte frontal do cérebro.

Ainda segundo o estudo, a parte esquerda frontal foi a que mais demostrou atividade, o que foi associado com um menor nível de ansiedade e um estado emocional mais positivo.

O trabalho também comparou o estado do sistema imunológico de cada um dos pesquisados antes e depois do experimento.

A verificação foi de que o grupo que meditou apresentou um aumento no nível de anticorpos.

Mais pesquisa

"Apesar de o nosso estudo ser preliminar e demandar novas pesquisas, o resultado foi encorajador", afirmou Richard Davidson, que liderou o trabalho.

Para o britânico Adrian White, do Departamento de Medicina Complementar da Universidade de Exeter, os resultados são interessantes, mas é preciso aprofundar os trabalhos.

"A pesquisa aumenta as evidências de que a meditação é útil e, para algumas pessoas, um tipo de terapia poderosa", disse ele.

Mas White acrescentou: "Nós ainda precisamos de mais informações para determinar a quem esse tratamento ajuda e, precisamente, que tipo de benefícios ele gera".

A pesquisa foi publicada no jornal de Medicina Psicossomática.
 
   PNEUMONIA
Tire suas dúvidas sobre a Síndrome Respiratória Aguda Grave.
   E-MANCHETE
Assine o serviço da BBC Brasil para receber as principais notícias do dia por e-mail.







Notícias relacionadas:
13 de dezembro, 2002
  Cérebro 'ouve' uma mesma música em regiões diferentes
22 de outubro, 2002
  Cientistas dizem ter descoberto por que riso é contagioso
06 de setembro, 2002
  Ondas cerebrais de bebê são medidas no útero
19 de junho, 2002
  Pesquisa diz que celular pode causar danos ao cérebro
10 de junho, 2002
  Escaneamento do cérebro revela efeitos de antidepressivos
Links externos:
Jornal de Medicina Psicossomática (em inglês)
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
BBC World Service Logo ^^Volta ao início da página
Primeira Página | Saúde & Tecnologia | Economia | Cultura | Especial
Fórum | Aprenda inglês
---------------------------------------------------------------------------------------------------
Programação | Como Sintonizar
Parceiros | Sobre a BBC