Índia desenvolve granada com pimenta

Pimenta (arquivo)
Image caption 'Bhut Jolokia' é considerada mil vezes mais picante do que pimentas comuns

Cientistas indianos planejam adicionar o pó de uma das pimentas mais picantes do mundo em granadas de mão.

Eles dizem que o dispositivo será usado para controlar tumultos em manifestações além de ajudar nas operações militares.

Os pesquisadores afirmam que o objetivo é substituir os explosivos em pequenas granadas de mão e adicionar uma certa variedade de pimenta para imobilizar as pessoas sem ter que matá-las.

A pimenta, conhecida como Bhut Jolokia, é conhecida por ser mil vezes mais picante do que pimentas utilizadas na cozinha.

Cientistas da Organização de Pesquisa e Desenvolvimento de Proteção à Índia, (DRDO, na sigla em inglês), dizem que a pimenta forte também será usada como suplemento alimentar na dieta de soldados em operações em áreas de clima mais frio.

O pó dessa variedade de pimenta também será espalhado em cercas ao redor dos quartéis do Exército indiano. Com isso espera-se que o cheiro forte mantenha os animais afastados da área.

Outras variedades de sprays de pimenta são usadas para conter multidões em várias partes do mundo.