Fóssil encontrado na China é de ‘parente’ de dinossauro americano, dizem cientistas

Escavação em Gansu
Image caption Os paleontólogos encontraram o fóssil em 2007

Paleontólogos chineses afirmam ter identificado o primeiro exemplo asiático de um grupo de dinossauros previamente encontrado apenas na Europa e nas Américas, segundo artigo publicado pela revista especializada em biologia Proceedings B, da Royal Society, a academia de ciências da Grã-Bretanha.

Os braquiossauros, da família dos saurópodes - com bacias de répteis - , tidos como os maiores animais terrestres que já existiram, eram caracterizados por suas longas pernas dianteiras, às vezes mais longas que as traseiras.

Hai-Lu You, da Academia Chinesa de Ciências Geológicas, em Pequim, e Da-Qing Li, do Escritório Provincial de Geo-exploração e Desenvolvimento Mineral de Gansu, identificaram o fóssil encontrado como sendo de um novo gênero e uma nova espécie de braquiossauros.

Os pesquisadores afirmam que o espécime é proximamente relacionado aos fósseis do dinossauro Sauroposeidon, da América do Norte, e batizaram-na de Qiaowanlong kangxii, em homenagem a um imperador chinês da dinastia Qing.

O fóssil encontrado consistia em uma série de vértebras articuladas da base do pescoço e parte do osso pélvico, além de vários fragmentos ósseos não identificados.

Os cientistas afirmam que o fóssil seria de um saurópode relativamente pequeno, com cerca de 12 metros de comprimento, três metros de altura e pesando cerca de 10 toneladas.

Como membro da família de braquiossauros, ele tinha um pescoço comprido e pernas dianteiras relativamente longas.

Os ossos foram escavados em 2007 na Bacia de Yujinzi, no noroeste da província de Gansu, na China.

Os exemplares encontrados até hoje eram do fim do período Jurássico e do início do período Cretáceo.

A rocha em que se encontrava o fóssil chinês se formou no início do período Cretáceo, há cerca de 100 milhões de anos.

Notícias relacionadas