Natureza

Fotos revelam mundo transparente e colorido dos anjos-do-mar

galeria de foto: Anjos e borboletas do mar

  • Anjo-do-mar (Clione limacina) Foto: Natalia Chervyakova
    Fotos do misterioso anjo-do-mar (Clione limacina), uma lesma marinha, foram divulgadas pela fotógrafa e bióloga marinha Natalia Chervyakova, da Universidade Estadual de Moscou.
  • Anjo-do-mar caça uma borboleta-do-mar (Limacina helicina) Foto: Natalia Chervyakova
    Anjos-do-mar são translúcidos e nadam de pé, com nadadeiras que parecem asas, dando a eles uma aparência de anjo. Um anjo-do-mar que vive no Mar Branco, na Rússia, caça uma borboleta-do-mar (Limacina helicina), outro molusco que vive nas profundezas do oceano.
  • Borboleta-do-mar com anjo-do-mar ao fundo. Foto: Natalia Chervyakova
    Pouco se sabe sobre estas criaturas que nadam sob o gelo ártico. Aqui uma borboleta-do-mar é fotografada com um anjo-do-mar ao fundo. As fotos foram tiradas no Arctic Circle Dive Centre (Centro de Mergulho do Círculo Ártico), situado no Mar Branco, no norte da Rússia.
  • Foto: Natalia Chervyakova
    Fotos das minúsculas criaturas, que medem entre 5 e 8 milímetros, foram capturadas por câmeras submarinas especiais. Aqui duas borboletas-do-mar nadam juntas.
  • Foto: Natalia Chervyakova
    Anjos-do-mar caçam somente borboletas-do-mar, que também são sua única fonte de alimento. Porém, as borboletas-do-mar aparecem apenas durante um curto período de tempo e não se sabe como os anjos do mar sobrevivem quando não têm os pequenos moluscos para se alimentar.
  • Foto: Natalia Chervyakova
    Para capturar as imagens, como esta de um anjo-do-mar avançando em direção a uma borboleta-do-mar, Chervyakova passou muitas horas na água. A tarefa foi difícil porque as criaturas reagem a qualquer distúrbio.
  • Foto: Natalia Chervyakova
    O momento da captura. Anjos-do-mar não têm olhos, mas utilizam sentidos químicos para detectar sua presa. Quando um deles sente uma potencial vítima, se locomove rapidamente e levanta seus tentáculos.
  • Foto: Natalia Chervyakova
    Depois de capturar a presa, o anjo-do-mar vira a concha de sua vítima para puxar o corpo mole do molusco para fora.
  • Foto: Natalia Chervyakova
    Anjos-do-mar utilizam ganchos afiados e quitinosos em sua boca para retirar e comer os corpos moles das borboletas-do-mar.
  • Foto: Natalia Chervyakova
    Assim que um anjo-do-mar sente qualquer movimento na água, ele começa a nadar rapidamente. Isto dificulta o foco da câmera em detalhes, como estes ganchos na boca do anjo-do-mar.

Uma fotógrafa e bióloga marinha divulgou fotos inéditas com imagens raras e ricas em detalhes de uma lesma marinha conhecida como anjo-do-mar.

As fotos, de Natalia Chervyakova, da Universidade Estadual de Moscou, mostram anjos-do-mar (Clione limacina) em detalhes, translúcidos e com nadadeiras que parecem asas, dando a eles uma aparência de anjo.

As fotos das minúsculas criaturas, que medem entre 5 e 8 milímetros, foram capturadas por câmeras submarinas especiais no Mar Branco, na Rússia.

Para capturar as imagens, Chervyakova passou várias horas na água com o mínimo de movimentação, porque as criaturas reagem a qualquer distúrbio.

Pouco se sabe sobre estas criaturas que nadam sob o gelo ártico. Anjos-do-mar caçam somente borboletas-do-mar (Limacina helicina), que são sua única fonte de alimento.

As borboletas-do-mar, porém, aparecem apenas durante um curto período de tempo e não se sabe como os anjos-do-mar se alimentam quando os pequenos moluscos não estão por perto.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.