Grã-Bretanha

Arquivos sugerem que Churchill teria encoberto suposta aparição de óvni

Desenho sem data de suposto óvni que faz parte de arquivos liberados (PA)

Arquivos liberados mostram outros relatos de supostas aparições

O registro da suposta observação de um óvni por tripulantes de um avião militar britânico durante a Segunda Guerra Mundial foi mantido em segredo por determinação do então primeiro-ministro da Grã-Bretanha, Winston Churchill, que acreditava que o relato poderia causar pânico na população.

A história foi revelada por documentos do Ministério da Defesa da Grã-Bretanha divulgados nesta quinta-feira pelos Arquivos Nacionais do país.

Segundo os relatos, Churchill determinou que o registro sobre a suposta aparição do objeto voador não identificado permanecesse secreto por 50 anos.

“Churchill acreditava que a divulgação do ocorrido poderia criar pânico em massa e abalar as crenças religiosas”, afirmou Nick Pope, um ex-investigador do Ministério da Defesa britânico especializado em óvnis.

Os arquivos também mostram que, nos anos 1950, o governo britânico levava a questão de maneira tão séria que chegou a reunir chefes dos serviços de inteligência para discutir relatos sobre a presença de óvnis em seu espaço aéreo.

Segundo Pope, a maior parte da documentação referente às supostas aparições de objetos não identificados no período foi destruída.

Sabe-se, porém, que o governo britânico chegou a pedir relatórios semanais sobre os registros de aparições ao comitê de especialistas em inteligência encarregados de investigações nas áreas de segurança, defesa e assuntos internacionais.

Outros relatos

A documentação divulgada nesta quinta-feira é a mais recente série de arquivos liberada ao público como parte de uma parceria de três anos entre o Ministério da Defesa e os Arquivos Nacionais da Grã-Bretanha.

Os documentos incluem um trecho do chamado Livro Vermelho – relato semanal realizado por serviços de inteligência – que diz que não foram encontradas explicações para quatro aparições de objetos não identificados registradas por radares da aeronáutica britânica.

Entre as mais de 5 mil páginas dos arquivos, está também o relato de um piloto que diz que seu Boeing 737 quase colidiu com um objeto não identificado quando se preparava para pousar no aeroporto de Manchester em 1995.

Entre outros registros, há ainda o caso da equipe de resgate acionada para investigar um óvni que supostamente teria colidido nas montanhas de Berwyn, no País de Gales, em 1974.

O arquivo inclui também o filme em que um suposto “homem do espaço” é flagrado durante os registros de testes para o lançamento de um míssil, em 1964.

'Arquivo X'

Os relatos sobre a aparição dos óvnis atingiram o auge em 1996 – ano em que a série Arquivo X, sobre aparições de extraterrestres, tinha grande popularidade na TV britânica.

Naquele ano, os arquivos registram 600 supostas aparições de objetos não identificados, em comparação com a média anual de 240 registrada nos cinco anos anteriores.

A documentação também mostra que o setor responsável pelo registro das aparições no Ministério da Defesa recebeu, em 1996, 343 cartas do público e 22 questionamentos de parlamentares referentes a aparições de óvnis.

Segundo o consultor especializado em óvnis dos Arquivos Nacionais, David Clarke os documentos vieram a público por atrair grande interesse da população.

“Os óvnis são o terceiro assunto mais mencionado nos pedidos para acesso a documentos do Ministério da Defesa”, diz ele.

O material está disponível no site dos Arquivos Nacionais britânicos (The National Archives).

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.