BBC World Service LogoHOMEPAGE | NEWS | SPORT | WORLD SERVICE
Portuguese Pesquisa na BBC Brasil
 
Primeira Página
Saúde &
Tecnologia
Economia
Cultura
Especial
Fórum
Aprenda inglês
ÁUDIO
Dois minutos pelo mundo
Notícias
Mundo Hoje
De Olho
no Mundo
Programação
Como Sintonizar
SERVIÇOS
Parceiros
Sobre a BBC
Expediente
Página simplificada
Fale com a gente
Empregos
E-manchetes
LÍNGUAS
Espanhol
Português para a África
Árabe
Chinêês
Persa
Hindi
Urdu
BBC News
BBC Sport
BBC Weather
 Você está em: Cultura
Cultura
24 de abril, 2002 - Publicado às 13h47 GMT
Morre atriz do clássico pornô 'Garganta Profunda'
Linda Boreman estava no hospital há duas semanas
Linda Boreman estava no hospital há duas semanas

A atriz Linda Boreman, nome verdadeiro de Linda Lovelace, pseudônimo com o qual protagonizou o filme Garganta Profunda, morreu na última segunda-feira, mas a notícia só foi divulgada um dia depois.

A atriz de 53 anos sofreu ferimentos internos e traumatismo generalizado no dia 3 de abril, quando perdeu o controle de seu carro e capotou com ele duas vezes.

Boreman ajudou a fazer de Garganta Profunda o filme pornô mais bem-sucedido de todos os tempos, tendo faturado US$ 600 milhões (cerca de R$ 1,4 bilhão).

No entanto, a atriz afirmava que nunca foi paga para fazer o filme.

Mira de uma arma

Boreman dizia ter sido forçada a fazer algumas cenas do filme sob a mira de uma arma apontada por seu então empresário e marido, Chuck Traynor.

A atriz costumava dizer que quem assistia a Garganta Profunda "estava na verdade vendo o seu estupro".

Boreman relatou em quatro autobiografias a sua relação com Chuck Traynor e os supostos abusos que teria sofrido do ex-marido.

Após o divórcio, em 1973, ela passou a fazer campanhas contra a indústria pornográfica.

"Mãe e amiga"

A atriz morreu em um hospital de Denver, no Colorado.

Ela estava acompanhada de seu ex-marido, Larry Marchiano, e seus dois filhos adultos.

"Nos divorciamos há cinco anos, mas ela ainda era minha melhor amiga. Talvez todo mundo a conheça por outras coisas, mas nós a conhecemos como mãe e como Linda", disse Marchiano.

Em uma entrevista realizada em 1977, Linda Boreman disse não ter remorso por nada do que fez.

"Não me envergonho de meu passado nem sinto tristeza por ele. E o que as pessoas podem achar de mim, isso não é real. Me olho no espeho e sei o que tive de sobreviver."
  [an error occurred while processing this directive]

BBC World Service Logo ^^Volta ao início da página
Primeira Página | Saúde & Tecnologia | Economia | Cultura | Especial
Fórum | Aprenda inglês
---------------------------------------------------------------------------------------------------
Programação | Como Sintonizar
Parceiros | Sobre a BBC