Escritor americano John Updike morre aos 76 anos

John Updike
Image caption John Updike foi um cronista da vida nos Estados Unidos do pós-guerra

O escritor americano John Updike morreu nesta terça-feira, aos 76 anos, vítima de câncer no pulmão, informou Nicholas Latimer, diretor de publicidade da editora Alfred A. Knopf.

Em meio século de carreira, Updike acumulou diversos prêmios literários, incluindo dois Pulitzer.

Em sua vasta produção, Updike foi um cronista da vida nos Estados Unidos do pós-guerra, abordando temas como sexo e divórcio.

Sua obra mais famosa é a série que acompanha a trajetória do personagem Harry "Coelho" Angstrom, formada por cinco títulos: Coelho Corre (1960), Coelho em Crise (1971), Coelho Cresce (1981), Coelho Cai (1990) e Coelho Se Cala (2001).

Nascido no Estado da Pensilvânia em 1932, Updike freqüentou a Universidade de Harvard e depois seguiu seus estudos em Oxford, na Grã-Bretanha.

O escritor colaborou com a revista New Yorker, em que publicou diversos ensaios, contos e poemas.

Seu romance As Bruxas de Eastwick (1984) foi adaptado para o cinema, em um filme estrelado por Jack Nicholson.

"Ele foi um dos nossos maiores escritores, e sentiremos muito a sua falta", disse Latimer.