Brasileiro ganha prêmio em festival de arte no Japão

Oups!, de Marcio Ambrosio. Copyright: Oups!

Obra de Marcio Ambrosio, em foto de divulgação cedida pelo artista.

Uma instalação feita por um artista brasileiro é um dos destaque deste ano do maior evento de animação, mangá e arte high-tech do Japão, o Japan Media Arts Festival.

A instalação interativa "Oups!", de Marcio Ambrosio, que mistura movimentos humanos com animação, ganhou o prêmio principal da categoria Arte e foi uma das mais concorridas na abertura da exposição.

Durante os 11 dias de evento, o visitante vai poder ver, ouvir e interagir também com outras 169 obras, escolhidas de um total de 2.146 inscrições de 44 países.

Nas categorias mangá, entretenimento e animação, os ganhadores foram todos japoneses.

"Tenori-on", ou algo como "som na palma da mão", foi um dos vencedores.

Este aparelho funciona como um instrumento musical digital, que mistura sintetizador com sequenciador.

Apresentado ao público em 2005, o aparelho é hoje usado por Bjork, Radiohead, Kraftwerk, entre outros músicos.

Ele foi desenvolvido pelo técnico de som da Yamaha, Yu Nishibori, em parceria com Toshio Iwai.

Japan Media Arts Festival

Neste 'jogo', a pessoa terá de levar o boneco, projetado digitalmente numa tela grande, para fora do cubo

O mercado de produtos digitais no Japão é um dos mais lucrativos do mundo.

A demanda por novidades é grande e o mercado para arte digital tem crescido nos últimos anos.

Por isto, o festival é considerado um dos mais importantes do país. Ele traz trabalhos que usam as mais novas técnicas e tecnologias digitais.

'Oups!'


Na instalação do artista brasileiro, a idéia é transformar o visitante no ator principal de uma sequência animada.

É como se estivéssemos no filme Uma Cilada para Roger Rabbit.

"Ele nasceu da vontade de misturar novas tecnologias com a animação clássica de forma artística e ao mesmo tempo lúdica", contou Ambrosio à BBC.

Japan Media Arts Festival

Nesta instalação o visitante pode usar o celular para 'pescar' os peixes


Foi da reação dos primeiros que "viram" o trabalho que surgiu o nome.

"Oups é uma palavra que, quando pronunciada, expressa surpresa quando se tem contato com algo inesperado", explicou Ambrosio.


A obra surgiu há um ano e já participou de outros festivais. "Mas é a primeira vez que ganho um prêmio com um trabalho", contou.

Obra do artista brasileiro Marcio Ambrosio no Japan Media Arts Festival

Os japoneses se divertiram com a instalação Oups!



Formado em desenho industrial e artes, o brasileiro atuou em diferentes áreas como animação, propaganda e pós-produção.

Em 1999, ele foi para a Bélgica, onde trabalhou em estúdios de pós-produção de longas-metragens, documentários e comerciais de propaganda.


Em 2004 formou o coletivo Zzzmutations, criado para produzir curtas-metragens de animação e desenvolver projetos experimentais.

De volta ao Brasil, montou o estúdio de criação Kosmo para aplicar seu talento e experiência no mercado brasileiro.


Agora o artista sonha em criar uma videoteca de animações, um canal para ilustradores, animadores e grafistas de todo o mundo.

"Quem quiser criar uma animação para o Oups! pode me mandar o trabalho e vamos incluí-lo", disse.


Assim, a cada nova exposição, sempre existirão novidades e animações inéditas, o que dá um caráter de projeto infinito ao trabalho.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.