Cinzas do Carnaval de 2009

Ivan Lessa em ilustração de Baptistão

Resumo dos capítulos anteriores:

Shankar reúne um grupo de intocáveis e sacode um por um pelos ombros gritando, "Tá vendo?" Tá vendo?". Dois morrem de enfarte do miocárdio. *** Emilinha não sabe para que ela precisa mais viver, uma vez que porta-bandeira era tudo que ela que ela queria ser e este ano é a Gilda que vai sair em seu lugar. *** Josimar (PFD) contesta a ordem natural das coisas. A ordem natural das coisas contesta Josimar (PFD *** O Baile do Copa surpreende pela audácia de sua decoração: Paris na virada do Século 19 para 20. Foliões em coro cantam La Vie en Rose.*** Jarbas (PLN) é criticado pelo cacique Eduardo (PHI) que afirma que "esse cara vai acabar levando um tiro na cara.*** Sarney responde a artigo do The Economist.*** O PT esse ano vai sair de diabo. Já comprou uma fantasia para brincar o carnaval após botar anúncio no jornal. "Agora só falta o rabo, só falta o rabo", afirma em estribilho um descontente do PMDB, repetindo e entoando uma velha marchinha maliciosa perdida na noite dos tempos. *** Jamelão falece novamente. Desta vez, para valer.***Árabes vindos de Dubai chocam-se com o fausto e a pompa das favelas especialmente inauguradas para as comemorações do tríduo momesco.*** Paulo e Priscila partem para um pif paf pélvico perante perplexidade popular.***Michel Temer, presidente da Câmara dos Deputados. Só isso. Mais nada.*** Ednéia, a orgulhosa socialite, precisa de uma dicotomia e o dr. Roberto promete a intervenção cirúrgica inteiramente grátis. Só quer em troca um pouquinho de amor e compreensão. Ambos marcam um encontro no motel Love Me Tender para a terça-feira gorda. O médico fica de levar a seringa. *** Cachimbão de Iansã, pai de santo cardíaco, pede a Exu para não marchar na avenida Passos, que fica longe demais do grosso dos festejos. Não é atendido. *** Lucinha e Di Oliverti partem atrás do trio elétrico e da batacuda. Na maratona da folia, não conseguem atinar com a letra dos sambas de blocos tradicionais do Rio.*** O bloco das Carmelitas Descalças desfila nos dias 20 e 24 cantando os encantos de seu bairro, Santa Teresa. A uma certa altura, diz a caprichada composiçao que "Nasci em Santa,/ com muita honra./ Sou original./ Não faço samba/ de matéria de jornal." *** Por sua vez, o bloco do Barbas, de Botafogo, que desfila no sábado, 21, escolheu Barack Obama como tema: "O Barack é bom/ Esse Barack é forte/ Super-herói que vem d'América do Norte/ Afegão, Iraque, Gaza e Paquistão/ Pra relaxar só um o'brama na pressão.*** Hugo Chávez.*** Lord Dearing, who recommended tuition fees to revive Britain's flagging universities, has died aged 78. *** João, cansado de ser deixado constantemente em segundo plano, diz que Lívia não deveria se preocupar apenas com Théo, pois há outras coisas em sua vida que também merecem cuidado.*** José Sarney lê sua resposta ao artigo do The Economist. *** Indira Gandhi e Pandit Nehru ressuscitam em plena gravação da novela Caminho das Índias, da TV Globo. Lima Duarte, o Shankar da novela, diz em voz alta, para que todos ouçam, que "assim é difícil para um profissional trabalhar". Tony Ramos concorda. A estação é cercada por grupos carnavalescos fantasiados de brâmanes e cantando "Mamãe, eu quero mamar". *** Hugo Chávez. *** Antonella e Diego chegam ao fim de seu romance, por decisão da bela em questão, após ter um beijo roubado de seus lábios pelo jovem Diego. Esta revelação só irá ao ar, sempre pela Globo, a partir de terça-feira, dia 27, uma vez encerrados os festejos de Momo. *** Hugo Chávez *** Cássio Cunha Lima é governador da Paraíba desde 1º. de janeiro de 2007. *** José Sarney relê sua resposta em inglês ao artigo a seu respeito publicado em The Economist. *** Dilma tem Aécio pela frente. Serra empacou. Há um certo consenso cercando o Congresso brasileiro.***Um homem chamado Jutahy Jr. tem o nome publicado com todas as letras em vários jornais do Brasil. Nada acontece. *** Outro chamado Nárcio passa pelo mesmo processo. A revista britânica The Economist não comenta o fato. *** Hugo Chávez. ***Jean-Jacques Clerico, mítico, emblemático e, como se não bastasse, icônico, conhecido diretor do Moulin Rouge de Paris chegou ao Rio para, com um grupo de amigos, participar dos folguedos momescos e cair no samba na Sapucaí. *** Poorest nations shortchanged by billions in climate change pledges. *** Jackson Lago (PDT), do Maranhão. *** Bancos querem dividir inadimplência com governo. *** One of the most difficult jobs in the Carnival is to keep the beat going on. *** Manu, Rani e Komal surgem na porta do quarto de Maya. Para esconder a verdade, Kochi, a mãe da moça, inventa que havia um animal em cima da cama. Na confusão, e perturbada, ela chama escorpião de "animal". Ninguém liga.*** José Sarney fica em dúvida se manda ou não enquadrar sua resposta ao artigo publicado em The Economist.