Ivan Lessa - Colunas de 2010

Ivan Lessa em ilustração de Baptistão

Companhia

Fidel (coração) Obama

Os romances de Vera Fischer

Berlusconi e Flaubert

Deed Poll e a mão da morta

Canto a canção da volta

Assange vazou, agora vazam nele

Dos limites dos discos e livros

Choro 2018

Lessaleaks

O terror à solta

A Bíblia: deles e nossa

O ninho: suas idas e voltas

Vestido (e anel) de noiva

O IBF: Índice Britânico de Felicidade

Hein?

De repente, um livro

Londresquistão

Brasil também lidera parcerias sexuais

Braços abertos sobre Swiebodzin

Kama Sutra 2.0

O Congresso Brasileiro Exterior

Dando nome aos boys

Como eu votei

Rica listinha de mortos

Escrever bem escrevendo mal

Como fugir do corte de gastos

Infortúnios: 'sir' Bob e 'seu' Shia

Natal nos ares

De Botton no Twitter

Os mineiros e seus parceiros sexuais

Sim, mas e a Mulher-Melancia?

Uma professora do barulho

Poesia & Poder

Nascidos para bailar

Lição das urnas

As eleissão

A chatice das convenções

Outono, umas coisas puxam outras

Caretices

O enigma Ingrid Betancourt

O drama dos mineiros

As voltas do mundo

O Brasil é igual

Programa extra parlamentar

O artista Tony Blair

Feriadão & Trabalheira

Prostituição masculina?

Eu não quero ter 1 milhão de amigos

Brasil salomônico

Cabelos, melhor não tê-los

Desordem é o nome do game

Passo os dias a zapear

Pão luso sem sal

Cascalhando Cascais

Câncer não dá câncer

Alô, alô! Conversa privada!

Abaixo os Simpsons!

Cães imundos, véus limpos, piscina escura

Crime cai, polícia escorrega

Pipocas contra o câncer

Gotas culturais

Uma pequena prorrogação

Copa? Que Copa?

Chutes & Pontapés

Ainda alguns ossos da Copa

Futebol: uma caixinha de segredos?

A volta da seleção inglesa

Uma eutanásia e um martini bem seco

Vuvulanis 4 x Jabuzelas 1

Blues pour Les Bleus

Patente tolice

O verdadeiro torcedor

Vuvu-patriotadas

Obama x Mancha Negra

Vuvuzela. VU-VU-ZE-LA!!!

Eu sou a bola. Muito prazer

Do infinito besteirol dos ditados populares

O trabalho e o alcacelça

Jornal de bairro

Pornôs de Destruição em Massa

Triatlo tétrico

E viva o coco!

Os Penisóides Mutantes

O saque do laureado

Tempo de sorvete

Porre gigante

Tentáculos desse 'governo que taí'

O homem tridimensional

Assédio virtual e livresco

Consultório doente-mental

Como passei minhas eleições britânicas

A Índia obra

Cadeiras e assentos. Mas e os bancos?

Jazz acabou em pizza

Joãozinho, não fale com esse extraterrestre!

O que atrapalha as eleições britânicas

Minha Maratona

Política & Poesia

Um debate impagável

Agora eu vou de Botox

Voz de prisão ao papa

O feijão é o sonho

A arte de não votar

Chutando chapinhas, garrafas e barris

1 º de Abril: 'The Sequel'

Beijinhos e carinhos héteros

Uma Uma em apuros

Lady Gaga & Sir Borocoxô

Minhas finanças e as do Reino Unido

Londinium revertere ad latinum

Nas águas da tortura

Onda de crimes varre Reino Unido

O amor e a poesia de Gonçalves Dias

Os 18 da Forbes

Sexo hilário

Considerações sobre o Oscar

Millhauser, Cathay, tristeza

Primavera, outono, ictiologia

O pior do mundo

Pára excrever mau

Jesus era gay?

Como ser britânico

A Amazônia e a percussão mundial

A droga da internet

O português brasileiro no Carnaval

'USA Day in UK'

Um milhão de amigos? Aqui, ó!

Homeos e Patias

Garota do coliforme fecal

Amante vai contar tudo

Mais almanhaque

Uma eutanásia e um martini bem seco

A mentira do estrangeiro

Como chutar os tinflas?

Nós e os gatos

Por que ler os clássicos

A invasão do Iraque (parte 2)

Porcaria dessa gripe suína

Pensamentos positivos e negativos

Mitos? Do ponto G aos traseiros franceses

Cheque-Mate, cheque morto

Porre vai ser uma água

Cuidado! Faz 2010!