Entretenimento

Fãs dos Beatles querem evitar demolição da casa de Ringo

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Fãs dos Beatles estão lançando nesta quarta-feira uma campanha para evitar que a casa onde nasceu o baterista Ringo Starr seja demolida.

A campanha "Save Madryn Street" ("Salve a Rua Madryn", em referência ao endereço da casa) será lançada no hotel Hard Day's Night, em Liverpool. Até mesmo um sósia do baterista estará presente no lançamento da campanha.

Ringo, cujo nome verdadeiro é Richard Starkey, nasceu no dia 7 de julho de 1940 na casa de número nove da rua Madryn, onde viveu os primeiros meses da sua vida.

O terraço em Madryn Street, Toxteth, é uma de centenas de casas que serão demolidas para a revitalização da área.

Nos últimos cinco anos, a prefeitura de Liverpool vinha manifestando interesse de demolir as casas da região, para construir residências mais modernas.

Turistas na frente da casa onde nasceu Ringo Starr

Turistas tiram foto em frente à casa onde nasceu Ringo Starr

Recentemente, cartazes anunciando a demolição das casas voltaram a surgir nas ruas do bairro.

A campanha está sendo lançada por fãs que dedicam suas vidas e carreiras aos Beatles: o guia de tours sobre os músicos em Liverpool, Phil Coppell; o dono de uma loja chamada Hard Days Night Shop, Steve Barnes; os historiadores e escritores Dave Bedford e Frank Carlyle; e o jornalista Chris Johnson.

Eles afirmam que a casa de Ringo atrai milhares de turistas por ano, e que a demolição prejudicaria a indústria local.

"Nós vamos lutar até o fim em Liverpool, e em todo o mundo, para impedir esta decisão louca de demolir Madryn Street", disse o guia de turismo Phil Coppell.

"As casas de Paul McCartney e de John Lennon estão preservadas, e Ringo não é menos importante. Nós queremos ver a casa onde nasceu Ringo conservada e transformada em um ponto turístico adequado."

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.