Selfie de coreanas, perna quebrada e 'choque de culturas' no vôlei: as imagens que estão viralizando na Olimpíada

Lee Eun-Ju, da Coreia do Sul, e Hong Un Jong, da Coreia do Norte Direito de imagem Reuters
Image caption Ginastas Lee Eun-Ju, da Coreia do Sul, e Hong Un Jong, da Coreia do Norte, tiram selfie durante os treinos

As duas Coreias ─ a do Sul e a do Norte ─ vivem em tensão há mais de 50 anos, mas o espírito olímpico uniu atletas dos dois países no Rio de Janeiro.

A selfie das ginastas Lee Eun-Ju, da Coreia do Sul, e Hong Un Jong, da Coreia do Norte, durante os treinos viralizou nas redes sociais.

No Twitter, usuários parabenizaram as esportistas e destacaram o sentimento de união proporcionado pelo evento esportivo.

No quarto dia de competições olímpicas, essa foi uma das diversas imagens que surpreenderam e impressionaram os espectadores da Rio 2016.

Direito de imagem AP
Image caption Ginasta francês Samir Ait Said quebra perna esquerda ao aterrissar de mau jeito após salto

Perna quebrada

A imagem do ginasta francês Samir Ait Said que quebrou a perna esquerda ao aterrissar após saltar sobre o cavalo também provocou forte reação nas redes sociais.

Ele se machucou no último sábado, durante a prova classificatória de salto, na segunda subdivisão da ginástica artística masculina. O salto era o segundo aparelho da França na competição, depois das argolas.

Direito de imagem Reuters
Image caption Disputa de bola durante uma partida de vôlei de praia feminino entre Alemanha e Egito repercutiu nas redes sociais

'Choque de culturas' ou 'poder unificador do esporte'?

Outro registro bastante comentado foi o de uma disputa de bola durante partida entre Alemanha e Egito no vôlei de praia feminino.

Do lado esquerdo da imagem, a jogadora de vôlei de praia egípcia Doaa Elghobashy aparece de véu (hijab) e com o corpo totalmente coberto, seguindo a tradição mais conservadora de vestimenta islâmica. Do lado direito, disputando a bola com ela, está a alemã Kira Walkenhorst, de biquíni.

Direito de imagem Reprodução/Twitter
Image caption Cientista político, Ian Bremmer questionou: "A despeito das normas sociais vigentes, qual das duas equipes está vestida do jeito que mais lhe agrada? Não é óbvio"

A foto gerou polêmica. Alguns usuários a interpretaram como um "choque de culturas". Outros disseram se tratar do "poder unificador do esporte".

Enquanto isso, Ian Bremmer, presidente da Eurasia Group, uma das mais importantes consultorias de risco político do mundo, optou por uma provocação em sua conta pessoal no Twitter. Ele questionou: "A despeito das normas sociais vigentes, qual das duas equipes está vestida do jeito que mais lhe agrada? Não é algo óbvio".

Direito de imagem Reuters
Image caption Pela primeira vez na história da Olimpíada, há salva-vidas nas piscinas

Salva-vidas nas piscinas olímpicas?

Também não faltaram comentários sobre a presença de salva-vidas nas piscinas olímpicas. É a primeira vez que isso acontece na história dos Jogos. E o ineditismo se deve a uma lei estadual de 2001, que obriga todas as piscinas do Rio de Janeiro com dimensões superiores a 36 m² a ter um salva-vidas ─ ou guardião de piscina, como é chamada tecnicamente a profissão no Brasil ─ certificado pelo Corpo de Bombeiros.

Ao todo, cerca de 80 homens e mulheres exercem a atividade durante a realização do evento. Uma salva-vidas - ainda não identificada - ciu nas graças das redes sociais ao aparecer atrás de um nadador com um ar entediado.

A internet não perdoou. Memes se multiplicaram em várias línguas, do espanhol ao inglês, zombando do fato de que ela teria o emprego "mais chato" do mundo.

Direito de imagem AFP
Image caption Atletas olímpicos, como Michael Phelps, têm aderido à ventosaterapia

Círculos vermelhos

Muitos usuários também ficaram curiosos sobre os círculos vermelhos e roxos espalhados pelos corpos de alguns atletas, como o do nadador americano Michael Phelps, que ganhou sua 23ª medalha olímpica no revezamento 4 x 100m estilo livre.

As manchas são, na verdade, resultado de uma terapia com ventosas. O objetivo é reduzir dores e ajudar com a recuperação da fadiga dos treinos e das competições constantes.

Direito de imagem Getty Images
Image caption Pedido de casamento feito pela voluntária Marjorie Enya à jogadora de rúgbi brasileira Isadora 'Izzy' Cerullo

Pedido de casamento

Já a imagem do pedido de casamento feito pela voluntária Marjorie Enya à jogadora de rúgbi brasileira Isadora "Izzy" Cerullo foi muito compartilhada nas redes sociais.

Marjorie, voluntária que trabalha como gerente de serviços das competições de rúgbi, aproveitou que o time brasileiro assistia à entrega de medalhas e, após a cerimônia, pegou o microfone e pediu Isadora em casamento.

O pedido foi selado com um beijo, em meio a aplausos efusivos das companheiras de equipe e dos torcedores nas arquibancadas.

Tópicos relacionados

Notícias relacionadas