Cunhado 'admite assassinato' e mistério sobre família desaparecida é desvendado

Os Troadec: Pascal, Brigitte, Sebastien e Charlotte que sumiram misteriosamente na França em 16 de fevereiro Direito de imagem AFP
Image caption Os Troadec: Pascal, Brigitte, Sebastien e Charlotte, que sumiram misteriosamente na França em 16 de fevereiro

Um parente da família francesa de quatro pessoas que desapareceu misteriosamente em meados de fevereiro admitiu tê-las matado, segundo relatou a mídia do país.

Identificado apenas como Hubert C., o acusado é ex-cunhado de Pascoal Troadec, o chefe da família. Ele teria dito à polícia que assassinou Troadec, a esposa e os dois filhos por causa de uma desavença relacionada a recebimento de uma herança em barras de ouro.

A família teria sido espancada até a morte em sua casa, na cidade de Nantes. E traços do DNA de Hubert foram encontrados no local. Ele foi preso na cidade de Brest junto com uma irmã de Troadec, sua ex-mulher.

Ainda segundo a mídia francesa, a polícia encontrou objetos pertencentes aos desaparecidos. Mas não está claro qual é o envolvimento de Lydie Troadec, a irmã, na história.

Pascal e a esposa Brigitte, ambos com cerca de 50 anos, e os filhos Sebastien (21) e Charlotte (18), foram vistos pela última vez em 16 de fevereiro.

Segundo a rádio RTL, ainda não ficou claro se Hubert disse à polícia onde deixou os corpos da família.

Direito de imagem AFP
Image caption O carro de Sebastien foi encontrado em um estacionamento da cidade portuária de Saint-Nazaire

O ex-cunhado, de 46 anos, já tinha sido ouvido pela polícia no início das investigações sobre o desaparecimento da família, mas disse aos agentes que não via os Troadecs havia anos. No entando, seu DNA teria sido encontrado em uma pia da residência da família e no carro de Sebastien, encontrado na última quinta-feira na cidade portuária de St Nazaire.

Um dia antes, um documento de identificação e uma calça pertencentes a Charlotte tinham sido encontrados em um parque perto de Brest.

Em buscas realizadas na casa dos Trocadecs, os investigadores encontraram manchas de sangue contendo o DNA dos pais e de Sebastien, mas não da jovem.

Tópicos relacionados

Notícias relacionadas