A doença que deixa a pele tão frágil quanto a asa de uma borboleta
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

A doença que deixa a pele tão frágil quanto a asa de uma borboleta

A britânica Assya Shabir nasceu com epidermiólise bolhosa, doença mais conhecida como “pele de borboleta”.

O mal faz com que ela sofra com bolhas por toda a pele, que tão fica frágil quanto a asa de uma borboleta - o problema também afeta órgãos internos.

Quando nasceu, os médicos disseram a seus pais que ela só teria 24 horas de vida.

Mas Assya contrariou as expectativas e está prestes a comemorar seu 30º aniversário - ela diz manter o otimismo com o amor e o apoio dos amigos e da família.

A jovem compartilha fotos nas redes sociais para conscientizar sobre a doença.

"Passei por duas transformações totais. Pela primeira vez, me senti normal. Me senti bem", diz ela à BBC.

"Sabe quando parece que tudo está perfeito? Foi assim que me senti."

Agora, Assya quer pular de paraquedas para levantar recursos para um hospital que a ajudou.

"Sinto-me abençoada, pois a vida é um teste", afirma.

"O que tenho não é nada. Poderia ser muito pior, por isso agradeço por tudo o que tenho", acrescenta.

"Precisamos ser pacientes e aproveitar a vida."

Tópicos relacionados