A história por trás da icônica foto de Albert Einstein com a língua de fora

Albert Einstein, com Frank Aydelotte e esposa Direito de imagem Arthur Sasse/Nate D Sanders Auctions
Image caption A foto foi tirada em 1951, depois das celebrações de seu aniversário de 72 anos

Com o cabelo bagunçado, o bigode grosso e olhos bem abertos olhando diretamente para a câmera, Albert Einstein põe a língua para fora sentado no banco traseiro de um carro. Trata-se de uma das imagens mais famosas e irreverentes do físico alemão, leiloada na última semana por US$ 125 mil (cerca de R$ 393 mil), em Los Angeles, nos Estados Unidos.

A fotografia que revela o lado bem-humorado do criador da Teoria da Relatividade foi tirada em 1951 por Arthur Sasse, fotógrafo da agência de notícias United Press International (UPI).

O cientista acabava de sair do Princeton Club, espaço social da universidade americana de mesmo nome, onde havia celebrado seu aniversário de 72 anos. Estava acompanhado por Frank Aydelotte, diretor do Instituto de Estudos Avançados dos Estados Unidos, onde Einstein trabalhava, e pela esposa do diretor, Marie Jeanette.

O escritor francês Fred Jerome conta em seu livro The Einstein Files: J. Edgard Hoover's Secret War Against the World's Most Famous Scientist (Os Arquivos de Einstein. A Guerra Secreta de J. Edgard Hoover contra o Cientista mais Famoso do Mundo, em tradução livre) que o cientista posou pacientemente para os fotógrafos à sua espera na porta do clube.

Direito de imagem AFP
Image caption Esta é outra entre as imagens mais conhecidas do cientista alemão

Após a sessão, quando o prêmio Nobel de Física em 1921 se preparava para partir, Sasse se aproximou dele e pediu um sorriso para tirar a fotografia. Seja por cansaço ou farto da perseguição dos repórteres, conta Jerome, Einstein colocou a língua para fora, e Sasse foi suficientemente rápido para capturar o gesto.

Os editores da agência chegaram a hesitar em publicar a imagem, por receio de ofender o cientista, mas ela acabou sendo veiculada. Einstein não se importou e, na verdade, gostou tanto dela que produziu cópias - cortada para excluir seus acompanhantes - para dá-las autografadas a amigos.

A foto leiloada traz a assinatura do físico na margem esquerda: "A. Einstein. 51", o que indica que ela foi assinada pouco depois de ter sido registrada.

Segundo a casa de leilões Nate D. Sanders, a imagem está em boas condições. A diferença desta imagem para a maioria daquelas que Einstein deu a amigos - e por isso é tão valiosa - é que não foi cortada e mostra o contexto e os integrantes da foto original.

Tópicos relacionados

Notícias relacionadas