As imagens que mostram que o Estado Islâmico ainda ameaça o Iraque
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

As imagens que mostram que o Estado Islâmico ainda ameaça o Iraque

Pouco mais de um mês depois de o Iraque ter declarado o fim da guerra contra o autointitulado Estado Islâmico, a luta contra o grupo continua na porosa fronteira entre o país e a Síria.

O confronto acontece no distrito de al-Qaim, no oeste do Iraque, onde os Estados Unidos mantinham uma base militar - hoje completamente destruída - usada para lutar contra a al-Qaeda.

Os combatentes do EI perderam todos os territórios que controlavam no Iraque e agora atacam de bases mantidas dentro da Síria.

Os extremistas estão sendo enfrentados pelas 'Unidades de Mobilização Popular', que contam com apoio do Irã, e por soldados americanos, iraquianos e franceses.

"A ameaça do EI não deixou de existir. Nos últimos 10 dias, houve ataques praticamente todos os dias, em postos de controle, com a destruição de tanques iraquianos, os Humvees (veículo utilitário militar). Tivemos muitos mortos", diz o major Richard Juten, do Exército dos EUA.

O controle do distrito de al-Qaim vem sendo disputado desde que a guerra começou, em 2003.