Casal britânico cria sua própria versão do álbum da Copa desenhando as figurinhas

Desenhos do casal sobre a Eurocopa 2016 Direito de imagem Twitter/@CheapPanini
Image caption Desenhos que Alex e Sian Pratchett fizeram durante a Eurocopa 2016: casal conseguiu arrecadar cerca de US$ 7 mil em doações, destinados a instituições de caridade

A febre pelo álbum da Copa do Mundo ressurge a cada quatro anos - e no mundial da Rússia 2018 não tem sido diferente.

Conseguir todas as figurinhas é o grande desafio de milhões de aficionados que consideram o álbum um precioso item de colecionador.

Precioso e agora mais caro. No Brasil, o pacote com cinco cromos sai a R$ 2, o dobro do que se cobrava na Copa de 2014.

O aumento de preço - que não é exclusividade brasileira - tem levado alguns torcedores a buscar alternativas para manter o hobby.

Este foi o caso de Alex e Sian Pratchett, um casal britânico que, ao se ver sem dinheiro para completar o álbum da Copa do Mundo de 2014, decidiu criar sua própria versão desenhando cada uma das figurinhas.

Direito de imagem Twitter/@CheapPanini
Image caption O brasileiro Daniel Alves e o uruguaio Luis Suárez são dois dos jogadores que o casal deverá voltar a desenhar neste ano

No processo de desenvolvimento do projeto, o casal rapidamente se deu conta de que não sabia desenhar, mas isso não foi empecilho para que seguisse com a ideia - que repetiu na Eurocopa de 2016, sediada na França.

Dessa vez, a iniciativa teve como objetivo arrecadar fundos para instituições de caridade. Acabou conquistando fãs de lugares tão distantes quanto o Irã e o Japão e alcançando uma quantia superior a US$ 7 mil (o equivalente a cerca de R$ 24 mil).

Agora, o plano é superar esse valor.

"São 680 figurinhas para desenhar, cada uma demora cerca de 15 minutos, por isso há aproximadamente 170 horas de trabalho pela frente, para duas pessoas, em um mês", diz o casal na página do site de vaquinhas online criada para atingir esse objetivo.

Direito de imagem Twitter / @CheapPanini
Image caption Os desenhos têm atraído aficionados por todo o mundo

A intenção é retomar o trabalho tendo como inspiração a edição oficial do álbum, lançada há algumas semanas pela editora italiana Panini.

"Muita gente nos convenceu a fazer novamente", disse Sian Pratchett à BBC.

Direito de imagem Twitter / @CheapPanini
Image caption Para fazer os desenhos o casal busca inspiração na versão oficial do álbum das competições

O casal, que mora em Oxford, planeja dar início à produção no dia 14 de junho, quando começará a Copa, e concluir os desenhos ao longo dos 32 dias de competição.

A única diferença, desta vez, e que representará um novo desafio, é que agora eles têm um bebê, o que obviamente "tem demandado muito tempo".

Custo

Um economista britânico calculou que completar o álbum oficial do mundial custaria pouco mais de 770 libras (aproximadamente R$ 3,5 mil) no Reino Unido.

A Panini, porém, afirma que o valor é consideravelmente menor, se se levar em conta que os colecionadores podem trocar figurinhas repetidas pelas que faltam para completar seus álbuns.

Direito de imagem Twitter / @CheapPanini
Image caption O objetivo é desenhar 680 imagens em 32 dias, tempo de duração da Copa do Mundo na Rússia

No Brasil, o preço do pacote com 5 figurinhas passou de R$ 1 real na Copa do Brasil em 2014 para R$ 2 na Copa da Rússia em 2018. Mesmo com o reajuste, o valor em dólar, estimado em US$ 0,59 por pacote, é o mais baixo em comparação com 21 países e a zona do euro.

O levantamento foi divulgado esta semana pelo banco Santander e aponta que a Suíça é o país com o pacote mais caro: são 1,75 francos suíços por pacote, ou US$ 1,80. No Reino Unido, 0,80 libra (US$ 1,12).

"(O trabalho que fazemos) virou algo que atraiu na internet... Nós não prevíamos isso, mas foi muito divertido", afirmou Pratchett.

Apesar de todas as horas de prática, o casal é consciente, entretanto, de que se há uma coisa que permanece desde o início é sua inabilidade para desenhar.

"Somos muito persistentes para melhorar, mas, mesmo depois de desenhar 1.500 cromos, continuamos um desastre", brinca ele.

Tópicos relacionados

Notícias relacionadas