Serviço Mundial da BBC anuncia maior expansão desde os anos 1940

Direito de imagem PA Wire
Image caption Novos serviços de línguas anunciados pelo Serviço Mundial da BBC incluem iorubá e coreano

O Serviço Mundial da BBC vai lançar 11 novos serviços em diferentes idiomas como parte da sua maior expansão desde os anos 1940, anunciou a corporação.

A expansão é o resultado de um aumento de financiamento anunciado pelo governo britânico no ano passado.

Atualmente, o Serviço Mundial da BBC transmite conteúdo jornalístico ao redor do mundo em 29 línguas, para 246 de milhões de pessoas semanalmente. A BBC Brasil é um desses departamentos, produzindo conteúdo em português para o Brasil desde 1938.

As novas línguas serão oromo (falado na Etiópia e no Quênia), amárico (Etiópia e partes do Oriente Médio), gujaráti (Índia e Paquistão), igbo (Nigéria), coreano, marathi (Índia), pidgin, punjabi (Índia e partes do Paquistão), telugo (Índia), tigrínia (Etiópia e Eritreia) e iorubá (Nigéria, Benim, Togo e Serra Leoa).

O lançamento dos primeiros novos serviços é esperado para 2017.

"Este é um dia histórico para a BBC, porque anunciamos a maior expansão do Serviço Mundial desde os anos 1940", disse o diretor geral da BBC, Tony Hall.

"O Serviço Mundial da BBC é uma joia da coroa, para a BBC e para o Reino Unido", acrescentou.

"Ao nos aproximarmos do nosso centenário, minha visão é de uma BBC confiante e voltada para o exterior, que traz o melhor do nosso jornalismo independente e imparcial e entretenimento de primeira linha para 500 milhões de pessoas ao redor do mundo. Hoje representa um passo-chave em direção a esse objetivo."

Os planos incluem a expansão dos serviços digitais para oferecer mais conteúdo para telefones celulares e em vídeo e uma presença maior nas mídias sociais.

Nesta quarta-feira, a BBC lança um serviço digital completo em tailandês, após o sucesso de um serviço "pop-up" baseado apenas no Facebook em 2014.

Outros planos de expansão incluem:

- Ampliação dos boletins de notícias em russo, com versões regionais para os países próximos

- Serviços de televisão aprimorados em toda a África, incluindo mais de 30 novos programas de televisão para emissoras parceiras em toda África Subsaariana

- Nova programação regional do serviço árabe da BBC

- Programas de rádio em ondas curtas e médias voltados para as audiências na península coreana, além de conteúdo online e em mídias sociais

- Investimento no Serviço Mundial da BBC em inglês, com novos programas, jornalismo mais original e uma agenda mais ampla

A diretora do Serviço Mundial da BBC, Francesca Unsworth, disse: "Através da guerra, da revolução e das mudanças globais, as pessoas ao redor do mundo têm confiado no Serviço Mundial para ter notícias independentes, confiáveis e imparciais."

"Como uma emissora independente, permanecemos relevantes como sempre no século 21, quando em muitos lugares não há mais liberdade de expressão, mas menos."

"O anúncio de hoje é sobre transformar o Serviço Mundial ao investir no futuro. Devemos seguir nossa audiência, que consome notícias de maneiras mutáveis; um número crescente de pessoas está assistindo ao Serviço Mundial na TV, e muitos serviços são hoje apenas digitais."

"Seremos capazes de acelerar nossa transformação digital, especialmente para audiências mais jovens, e continuaremos a investir em boletins de notícia em vídeo. O que não irá mudar é o nosso compromisso com o jornalismo independente e imparcial."

Com os novos departamentos, o Serviço Mundial da BBC estará disponível em 40 línguas, incluindo o inglês.

Hall estabeleceu um objetivo para que a BBC alcance 500 milhões de pessoas ao redor do mundo no seu centenário, em 2020.