Governo britânico rejeita petição por 2º plebiscito sobre saída da União Europeia

Protesto contra saída do Reino Unido da UE no Green Park, em Londres, em 9 de julho de 2016 Direito de imagem AFP
Image caption Protestos contra saída da UE continuam no Reino Unido

O governo britânico rejeitou uma petição assinada por mais de 4,1 milhões de pessoas pedindo a realização de um segundo plebiscito sobre a saída do país da União Europeia.

Um e-mail enviado aos signatários do documento afirma que o primeiro-ministro David Cameron e o governo tinham claro que a votação do último dia 23 de junho seria a única sobre o tema "em uma geração".

A mensagem diz ainda que a decisão popular "deve ser respeitada". E acrescenta: "precisamos agora nos preparar para o processo de saída da União Europeia".

No plebiscito, 52% da população do Reino Unido votou por deixar o bloco, contra 48% eleitores que defenderam a permanência.

Recordista

Em reação ao resultado nas urnas, a petição teve mais assinaturas do que qualquer outra no site do Parlamento britânico.

Ela pedia que o governo realizasse um segundo plebiscito argumentando que menos de 60% dos votos foram a favor do lado vencedor, e que o comparecimento dos eleitores credenciados a participar foi inferior a 75%.

O voto não é obrigatório no país.

Direito de imagem AFP
Image caption Documento que pede novo plebiscito foi o mais assinado da história do site do Parlamento

Em sua resposta oficial aos signatários do documento, o governo afirmou que a lei que fixa as regras para plebiscitos não estabelece um número mínimo de votantes nem uma margem necessária de vitória.

A mensagem acrescentou ainda que a votação foi "um dos maiores exercícios democráticos da história britânica, com mais de 33 pessoas expressando sua opinião".

Debate possível

Mesmo reforçando que um segundo plebiscito não é possível, o e-mail afirmou que o pedido pode ter o debate considerado pelo Comitê de Petições, já que superou o mínimo de 100 mil assinaturas para tal.

O grupo é composto por 11 parlamentares de diversos partidos e "quase sempre" debate petições que tenham alcançado esse número de apoios.

O documento pedindo uma nova votação havia sido investigado por fraude - 77 mil assinaturas foram removidas após a comprovação de que eram falsas.

No plebiscito, 17,4 milhões de britânicos votaram pela saída da União Europeia, ante 16,1 milhões que opinaram pela permanência. De acordo com dados da Comissão Eleitoral, 72,2% dos eleitores aptos a votar compareceram às urnas.

Notícias relacionadas