'Por que besuntei meu corpo com óleo de coco': atleta que 'conquistou' abertura abre o jogo

Atleta de Tonga Pita Nikolas Aufatofua Direito de imagem Paul Gilham/ Getty Images
Image caption Atleta de Tonga chamou a atenção por desfilar besuntado com óleo de coco na abertura da Olimpíada

O atleta escolhido para ser o porta-bandeira de Tonga, Pita Nikolas Aufatofua, chamou a atenção do público na cerimônia de abertura da Olimpíada Rio 2016 pelo brilhos de seu corpo seminu besuntado de óleo.

A imagem rapidamente se tornou um viral nas redes sociais e, em poucos minutos, Aufatofua, que é lutador de taekwondo, já estava na boca de todos.

Nesta semana, ele chegou a ser convidado pela rede de televisão americana NBC, e foi besuntado ao vivo com óleo por apresentadoras do programa The Today Show.

Aufatofua afirmou à BBC que não esperava tamanha repercussão. "Não com esta magnitude!", disse ele ao programa Newsday.

Um traje tradicional

O atleta explicou o significado do traje que usou na abertura dos Jogos Olímpicos. "É uma roupa muito tradicional em Tonga e nossa intenção era mostrar o que nossos ancestrais usavam quando iam para a guerra há 200 anos."

Direito de imagem Cameron Spencer/ Getty Images
Image caption Atleta afirmou que seu país 'venceu' a cerimônia de abertura da Olimpíada do Rio

Aufatofua disse que esse traje consistia de uma "tonga Ngatu (tecido tradicional da Polinésia feito de casca de árvore) amarrada com uma kafa (indumentária típica feita de fibras de coco) que pertenceu a uma querida tia e que foi um grande apoio para mim."

E por que o óleo de coco?

"Quanto ao óleo...é óleo de coco, faz parte da nossa cultura besuntar o corpo com óleo quando formos usar o uniforme tradicional", disse o atleta.

Por último, Aufatofua disse que em Tonga a reação ao seu "uniforme" também teve grande repercussão. "Foi a primeira vez em muito tempo em que Tonga foi visto de uma forma ou outra pelo mundo."

"Estão dizendo em casa que conquistamos a medalha de ouro mais rápida do mundo...antes mesmo dos Jogos começarem", disse ele com orgulho.

Direito de imagem AFP
Image caption Atleta de Tonga disse que seu traje fosse causar tanta repercussão