Foto rara de encontro familiar reúne 500 parentes na China

  • 8 fevereiro 2017

Imagine tirar uma foto para atualizar o álbum da família incluindo seus mais de 500 integrantes. Foi o que fez a família Ren, que se reuniu para festejar o Ano Novo chinês na cidade de Shishe, no leste da China, na semana passada.

Foto dos mais de 500 membros da família Ren Direito de imagem Zhang Liangzong
Image caption A família Ren tem ramificações em Pequim, Xangai, Xinjiang e Taiwan

O registro foi feito pelo fotógrafo Zhang Liangzong, com a ajuda de um drone, na região das colunas de basalto da província de Zhejiang.

Ele contou à BBC que a família Ren, que é originária de Shishe, existe há 851 anos, mas sua árvore genealógica passou mais de oito décadas sem ser atualizada.

Os idosos do vilarejo começaram recentemente a atualizar os registros da família e conseguiram localizar dois mil descendentes vivos de sete gerações.

Para marcar o fim desse trabalho, eles convocaram uma grande reunião de família, à qual compareceram mais de 500 pessoas.

Foto dos mais de 500 membros da família Ren Direito de imagem Zhang Liangzong
Image caption Outra foto mostra a família Ren junto das colunas de basalto da região de Shishe

Elas viajaram de Pequim, Xangai, Xinjiang e Taiwan.

O chefe da família, Tuanjie Ren, explicou à agência estatal Xinhua a importância do levantamento: "Um dos motivos era entender para onde foram nossos descendentes, onde eles chegaram e onde vivem, para podermos prestar contas aos nossos ancestrais".

"Um outro motivo também era fazer com que todos os descendentes espalhados pelo país conhecessem suas raízes para que nunca esqueçam de onde vieram", acrescentou o senhor Ren, que faz parte da 26ª geração da família.

Coincidentemente, a palavra chinesa Ren significa reunião.

Sensação na internet chinesa

Embora sejam comuns no país fotos de famílias extensas, os Ren são os recordistas em tamanho até o momento.

As fotografias foram publicadas na imprensa chinesa e ganharam títulos como: "Será que estes parentes se conhecem?"

As imagens viralizaram também no Weibo, a rede social da China.

"E se os parentes conhecerem alguém do grupo e se apaixonarem? Será que vão poder se casar?", perguntou um internauta.

Outros brincaram com a tradição chinesa que manda os adultos darem envelopes vermelhos, recheados com dinheiro, para as crianças durante o Ano Novo.

"Os mais jovens vão ficar recolhendo o dinheiro do Ano Novo até ficarem com as mãos trêmulas."

Imagens de Zhang Liangzong

Tópicos relacionados

Notícias relacionadas