Escola se desculpa por cartazes que condenavam 'vestidos indecentes' para festa de formatura

Prom dress poster Direito de imagem Lily Willingham

Uma escola americana se desculpou publicamente por cartazes que indicavam as roupas apropriadas ou não para serem usadas por mulheres em uma festa de formatura.

No início da semana, a estudante Lily Willingham compartilhou uma foto de quatro cartazes em um mural da escola Stanton College Prep, na Flórida.

Cada um deles mostrava uma roupa com um comentário indicando se o traje era adequado para a ocasião. "Você vai à formatura de Stanton?", aparecia escrito no topo do papel.

Sob cada imagem, havia uma resposta. "Não, você não vai" vinha abaixo da fotografia de uma mulher usando uma saia com uma grande fenda.

Direito de imagem Reprodução
Image caption 'Ainda bem que eles disseram uma semana antes da formatura, não é como se todo mundo já tivesse seu vestido', disse a estudante

A mesma mensagem acompanhava um vestido em que as costas ficavam totalmente à mostra e outro com um decote que ia do colo até a cintura.

Outro cartaz em que uma mulher usava um vestido justo, mas sem fendas ou decotes, trazia outra resposta: "Sim, você vai (à formatura). Boa menina".

A hashtag #SCPGoodGirl (#SCPBoaMenina em tradução livre) teve grande compartilhamento no Twitter.

Alunos do colégio criticaram a iniciativa nas redes sociais. "A linguagem nos degrada e nos insulta", disse Hafsa Quraishi.

"O uso de 'menina' é desrespeitoso; são mulheres."

Direito de imagem Reprodução
Image caption Alunos usaram camisetas para protestar contra os cartazes

Christian Mortimer disse em um tuíte ter ficado com raiva por que os cartazes sugeriam que as estudantes seriam as culpadas por eventuais abusos sexuais cometidos no evento.

"Isso reforça a mentalidade de que as mulheres são responsáveis pelos estupros e crimes sexuais de que são vítimas por causa da forma como se vestem."

Estudantes protestaram contra a iniciativa usando camisetas com símbolos do gênero feminino em apoio às alunas da escola.

Direito de imagem Reprodução
Image caption Escola disse que cartazes não são uma política oficial e que eles foram removidos

Diante da controvérsia, a instituição disse que os cartazes não são parte de uma política oficial e que eles foram removidos.

A BBC entrou em contato com o departamento de ensino público do Condado de Duval, responsável pelo Stanton College Prep, mas ainda não obteve uma resposta.

Tópicos relacionados