Quem é o discreto marido de Angela Merkel, a mulher "mais poderosa do mundo"

Angela Merkel e Joachim Saue Direito de imagem Reuters
Image caption Angela Merkel e Joachim Sauer na cúpula do G7 na Itália neste ano, em uma de suas raras aparições públicas

Frequentemente ela aparece rodeada pelos homens mais poderosos do mundo, mas poucas vezes ele a acompanha.

Em muitas ocasiões, a ausência de Joachim Sauer, marido da chanceler alemã, Angela Merkel, chama atenção.

Na cúpula do G20, que aconteceu neste fim de semana em Hamburgo, na Alemanha, Merkel tomou café da manhã com o presidente americano Donald Trump e almoçou com o russo Vladimir Putin para discutir temas estratégicos. Seu marido, no entanto, fez raras aparições no evento.

Afinal, quem é o homem ao lado de Merkel?

Direito de imagem Reuters
Image caption Sauer detesta publicidade e se mostra claramente intimidado pelas câmaras

Sabe-se que Sauer (seu nome significa "amargo" ou "mal-humorado" em alemão) detesta os holofotes e fica claramente tímido frente às câmeras.

Em 2005, quando sua esposa assumiu o posto de primeira chanceler da Alemanha, o professor de química quântica da universidade Humbolt, em Berlim, teria ficado em casa, vendo a cerimônia pela televisão.

Dois anos depois, quando Merkel foi anfitriã da cúpula do G8 na Alemanha, o correspondente do jornal Washington Post Craig Whitlock escreveu: "a grande conquista da chanceler Angela Merkel ... não tem nada a ver com o aquecimento global ou reduzir as tensões com a Rússia".

"Pelo contrário, tem sido convencer seu marido recluso a aparecer (na cúpula)."

Ele também não costuma acompanhar sua esposa em viagens oficiais ao exterior.

Direito de imagem EPA
Image caption As fotos de Sauer com as primeiras-damas de líderes mundiais em maio foram manchete na imprensa alemã

Em maio passado, quando Sauer foi com Merkel à cúpula do G7 em Taormina, na Itália, ele apareceu ao lado das primeiras-damas e foi manchete das publicações alemãs.

Nos dez anos em que sua esposa está no poder, Sauer raramente deu entrevistas. E na maioria das vezes em que falou à imprensa se limitou a discorrer sobre química, sua profissão.

Em 2013, ele concordou em conceder uma entrevista à agência de notícia Reuters, mas apenas para falar sobre música, e, especificamente, sobre seu compositor preferido: o alemão Richard Wagner, que viveu do século 19.

Como todos os anos participa do Festival de Música de Bayreuth, dedicado à apresentação das óperas de Wagner, os meios de comunicação alemães o apelidaram de "Fantasma da Ópera".

Direito de imagem AFP
Image caption Angela Merkel e seu marido Joachim Sauer em 1989 e em 2007

O professor de química

Sauer tem 68 anos e é professor na Universidade Humboldt, em Berlim.

É a mesma universidade onde ele estudou química entre 1967 e 1972 e onde fez seu doutorado, em 1974.

Foi pesquisador em Humboldt até 1977, quando entrou para o Instituto Central de Físico-Química, em Berlim, um das principais instituições científicas da antiga Alemanha Oriental.

Direito de imagem EPA
Image caption Sauer, aqui com Melania e Donald Trump, fez algumas aparições na cúpula do G20

Após a reunificação do país, Sauer passou um tempo trabalhando nos Estados Unidos na BIOSYM Technologies, uma empresa de software para pesquisa científica com sede em San Diego.

Ao retornar a Berlim, em 1992, se juntou a Sociedade Max Planck, uma das organizações de pesquisa científica e tecnológica mais importantes no mundo, como chefe do Grupo de Química Quântica.

Um ano depois, ele se tornou professor titular na Universidade Humboldt.

Casamento

Antes de Merkel, Sauer foi casado com uma química cujo nome nunca foi revelado publicamente. Ele tem dois filhos frutos desse casamento, Daniel e Adrian.

Ao contrário do que acontece em outros países, na Alemanha, a vida privada dos políticos é realmente privada e pouco se sabe de seus relacionamentos.

Direito de imagem Reuters
Image caption Merkel e Joachim Sauer se reuniram com o Papa Francisco em junho

O que se sabe é que Sauer conheceu Merkel, que também tem um doutorado em química e fez pesquisas na área, em 1981.

Após o primeiro casamento de Merkel terminar em divórcio em 1982, eles começaram a viver juntos e se casaram em 1998.

Dizia-se então que o casamento "poderia ter sido politicamente motivado", por pressão da igreja e de alguns membros do partido da chanceler, a União Cristã Democrática (CDU), que consideravam "impróprio" que a líder do partido conservador vivesse com um homem sem se casar.

De acordo com o tablóide alemão Bild, o casamento "foi tão secreto que ninguém levou pais ou amigos". O jornal disse que alguns dos amigos mais próximos de Merkel só souberam da oficialização pela imprensa.

Direito de imagem Getty Images
Image caption Merkel e o marido assistiram a um concerto em Hamburgo durante a cúpula do G20; Sauer é fã de música clássica

Nesta semana, durante a cúpula em Hamburgo, esperava-se que Sauer, em uma rara demonstração de participação política, levasse as primeiras damas do G20, entre as quais estavam a esposa e a filha de Donald Trump, Melania e Ivanka, ao Centro Alemão de Computação para Pesquisa Climática (Deutsches Klimarechenzentrum, DKRZ).

O plano, no entanto, teve que ser cancelado devido aos protestos que aconteceram nas ruas da cidade.

No evento, o professor Sauer foi visto ao lado da esposa, mas é pouco provável que faça outra aparição pública tão cedo.

Notícias relacionadas