Miss sul-africana gera polêmica e acusações de racismo por usar luvas em visita a orfanato

Demi-Leigh Nel-Peters Direito de imagem Orlando West Community Centre Ikageng
Image caption Funcionários afirmaram que Demi-Leigh Nel-Peters apenas cumpriu com medidas de higiene para evitar contaminação de comida

Era para ser uma simples visita a um orfanato de Soweto, um dos distritos de Johanesburgo, na África do Sul.

Mas as fotos da miss sul-africana Demi-Leigh Nel-Peters usando luvas cercada de crianças negras geraram forte polêmica nas redes sociais.

Funcionários do orfanato descreveram como ridícula "qualquer insinuação" de que ela seria "racista".

"É claro que não era porque ela não queria tocar as crianças negras", disse Carol Dyantyi, porta-voz do orfanato Orlando West Community Centre Ikageng.

Nel-Peters fazia trabalho voluntário dando comida a órfãos, e as luvas eram uma medida de higiene.

"Pedimos que ela e todos os outros voluntários usassem as luvras enquanto estivessem manuseando a comida", afirmou Dyantyi à BBC. "Foi puramente para proteger as crianças do risco de comida contaminada. A reação nas redes sociais é ridícula", acrescentou.

Milhares de usuários no Twitter criticaram Nel-Peters depois que as fotos começaram a circular nas redes sociais na última quarta-feira.

Muitos acusaram a miss de usar as luvas "porque não queria tocar crianças negras" e compartilharam imagens dela abraçando cachorros e crianças brancas sem luvas.

Direito de imagem Reprodução/Twitter
Image caption Usuários do Twitter compartilharam fotos de miss com cachorro e crianças brancas sem luvas

Em um vídeo postado em sua conta no Twitter, Nel-Peters disse que usou as luvas por razões sanitárias e negou qualquer componente racial em suas atitudes.

"Todos os voluntários usaram luvas hoje porque nós, honestamente, pensamos que era a coisa certa para fazer enquanto manuseávamos a comida e a entregávamos às crianças", disse Nel-Peters.

Ela pediu desculpas a "todos que se sentiram ofendidos" pelas imagens.

A porta-voz da miss, Claudia Henkel, enviou imagens à BBC de Nel-Peters sem luvas e brincando com as crianças depois de a comida ter sido servida.

Direito de imagem Demi-Leigh Nel-Peters
Image caption Imagem mostra miss sem luvas brincando com crianças após comida ter sido servida

No entanto, nem todo mundo ficou satisfeito com a resposta. A hashtag #Miss SAChallenge se tornou trending topic do Twitter na quinta-feira com vários usuários zombando do motivo citado para o uso das luvas.

Direito de imagem Reprodução/Twitter
Image caption Alguns usuários defenderam Nel-Peters

A hashtag foi compartilhada em mais de 18 mil tuítes, e alguns usuários postaram fotos deles mesmos usando luvas enquanto desempenhavam tarefas comuns.

Henkel disse à BBC que, enquanto a reação nas redes sociais deixou Nel-Peters "triste", a miss pretende continuar o trabalho voluntário no futuro.

Direito de imagem Reprodução/Twitter
Image caption No Twitter, usuários postaram fotos fazendo tarefas comuns de luvas

"E se ela tiver de usar luvas para a segurança das crianças, ela usará novamente", acrescentou a porta-voz.

Direito de imagem Reprodução/Twitter
Image caption "Estava no trabalho cuidando da minha própria conta quando lembrei: Higiene em 1º lugar", ironizou usuária no Twitter
Direito de imagem Reprodução/Twitter
Image caption Outra usuária zombou: 'Apenas praticando higiene'

O racismo ainda é um assunto muito sensível na África do Sul, que foi governado por décadas por um governo segregacionista formado pela minoria branca.

O chamado "apartheid" foi introduzido como política oficial após as eleições gerais de 1948. Serviços essenciais, como saúde e educação, eram fornecidos de maneira distinta dependendo da cor da pele. A legislação também dividia os habitantes por grupos raciais, inclusive em áreas residenciais, às vezes por meio de remoções forçadas.

O regime acabou em 1994, com a realização de eleições multirraciais e democráticas, vencidas pelo Congresso Nacional Africano, sob o comando de Nelson Mandela.

Tópicos relacionados

Notícias relacionadas