A corrida para salvar bebê de 3 meses que perdeu olho em bombardeio na Síria
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

A corrida para salvar bebê de 3 meses que perdeu olho em bombardeio na Síria

Karim, de apenas três meses, se transformou em um símbolo de Ghouta, área nos arredores de Damasco sob o comando de rebeldes que permanece, desde 2013, sitiada pelo governo da Síria.

O bebê perdeu o olho esquerdo em um ataque das forças do governo.

Sem poder sair de Ghouta, Karim pode perder toda a visão. Os médicos disseram que ele precisa de uma cirurgia para continuar enxergando.

Assim como Karim, cerca de 500 doentes precisam de atendimento médico emergencial.

A pedido da Organização das Nações Unidas (ONU), o governo sírio autorizou a retirada de alguns doentes de Ghouta.

Mas nem todo mundo vai conseguir ser levado a um hospital.

Não se sabe se Karim, por exemplo, receberá o tratamento que precisa.

Por isso, uma campanha tomou a internet em solidariedade ao bebê, que perdeu a mãe no mesmo bombardeio que o deixou ferido.

Pessoas em diferentes partes do mundo começaram a postar fotos nas redes sociais tapando um dos olhos, em uma verdadeira corrida contra o tempo para tentar evitar que Karim fique cego.

Tópicos relacionados