Poopó, o lago boliviano que some e ressurge
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Poopó, o lago boliviano que some e ressurge de tempos em tempos

É fim de novembro e um homem estaciona o carro em uma planíce seca.

Dois meses atrás, no entanto, não era assim. E dentro de poucos mais, quando a estação de chuvas tiver cumprido sua tarefa, o lago provavelmente voltará a aparecer.

Situado a mais de 3,6 mil metros de altitude, o lago Poopó, na Bolívia, ocupa uma vasta depressão: 90% de suas águas vêm do rio Desaguadero, que o conecta ao Titicaca.

Quando o nível do Titicaca caí para menos de 3.810 metros, o fluxo que alimenta o Desaguadero se interrompe, e o lago não pode compensar a perda massiva de água por causa da evaporação da superfície.