Ferido, violinista símbolo de protestos na Venezuela toca instrumento em cama de hospital
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Ferido, violinista símbolo de protestos na Venezuela toca instrumento em cama de hospital

O violinista Wuilly Arteaga, um dos símbolos dos protestos contra o governo da Venezuela, foi atingido por tiros no ato realizado no ultimo sábado em Caracas.

Imagens da agência de notícias Reuters mostraram policiais atirando o que parecia ser balas de borracha e gás lacrimogêneo.

Ele foi encaminhado ao hospital, onde segue tocando seu violino como forma de protesto contra a gestão Nicolás Maduro e gravou uma mensagem em vídeo, em que diz:

"Não vou me intimidar com tiros de balas de armas, nem de borracha, nem com nada, nem quebrando o meu violino. Por que vamos seguir a luta, aconteça o que acontecer, vamos seguir na luta, Venezuela."

Enquanto isso, o presidente tem condenado as ações e atribui a violência aos atos da oposição.

A Venezuela vive constantes protestos por causa de uma grave crise econômica e crescente polarização entre seguidores e críticos do governo de Maduro.

Tópicos relacionados