Morales continua greve de fome

Player

Você precisa da versão correta do Flash Player para ter acesso a este conteúdo

Baixar a versão correta

Executar formatos alternativos de arquivos multimídia

O presidente da Bolívia, Evo Morales, prometeu continuar com sua greve de fome, que entrou no seu quinto dia nesta segunda-feira.

Morales entrou em greve de fome na quinta-feira da semana passada em protesto contra a decisão da oposição boliviana no Congresso de não sancionar uma nova lei eleitoral, que prevê a realização de eleições antecipadas no dia 6 de dezembro.

No domingo, a Corte Nacional Eleitoral anunciou ao Congresso que está disposta a implementar um novo sistema biométrico de registro eleitoral.

O novo sistema era a principal exigência da oposição boliviana para aprovar a convocação de eleições gerais em dezembro. A medida foi vista como um avanço nas negociações entre a oposição e o governo.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.