Dança do Ventre ameaçada no Egito

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

A dança do ventre atrai estrangeiras de várias partes do mundo para o Egito, em busca de aulas genuínas e da cultura da dança.

No entanto, segundo especialistas, ela poderia estar morrendo entre as egípcias.

Se a moda da sensual dança pegou entre europeias, americanas, e até chinesas, no Egito, o crescimento da religião e do conservadorismo faz com que dançar em público seja considerado, muitas vezes, um ato desrespeitoso, principalmente se a dança incluir trajes sumários.

"As estrangeiras vêm para o Cairo em busca de professoras famosas. Elas querem vir para a cultura da dança", explica uma professora. Uma vendedora de trajes típicos explica que, hoje, a maioria de suas clientes é de estrangeiras.

Segundo a correspondente da BBC Yolande Knell, no Egito, a dança - que é praticada desde os tempos dos faraós - continua sendo um grande negócio no país, com aulas e trajes.

Mas de acordo com especialistas, ela hoje é praticamente mantida viva pelas estrangeiras.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.