Rússia marca 5º aniversário da tragédia de Beslan

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

A Rússia lembrou nesta terça-feira o quinto aniversário das mortes de centenas de pessoas após um sequestro de rebeldes chechenos em uma escola na cidade de Beslan.

A operação militar que encerrou o sequestro na cidade da Ossétia do Norte (república autônoma pertencente à federação russa, no sul do país) levou à morte de cerca de 330 pessoas.

Os rebeldes capturaram mais de mil pessoas como reféns e exigiam a retirada das tropas russas da Chechênia em troca da liberdade dos reféns.

No entanto, depois de três dias de cerco à escola, forças de segurança russas invadiram o prédio. Entre os mortos estavam pelo menos 186 crianças.

Os reféns estavam reunidos em um ginásio escolar, sem água ou comida, e cercados por bombas de fabricação caseira.

Os explosivos foram detonados quando os soldados invadiram o prédio, disparando até com tanques de guerra.

Hoje, embora uma nova escola tenha sido construída, os impactos da tragédia ainda são visíveis na cidade.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.