Grã-Bretanha sedia campeonato tradicional de caretas

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Um vilarejo rural na Grã-Bretanha sediou nesta semana um tradicional campeonato de caretas, realizado desde o século 13.

O Campeonato Mundial de Caretas de Egremont, no condado de Cumbria (norte da Inglaterra), teria tido sua origem em 1297, juntamente com uma feira para promover um dos produtos agrícolas mais famosos da região, a maçã ácida.

As maçãs vendidas na feira na época seriam tão ácidas que as pessoas faziam caretas ao comer a fruta. Com isso surgiu o campeonato.

O evento é aberto para competidores de outros países e, em sua edição de 2009, contou com "careteiros" até da Austrália.

Mas o título feminino e o masculino ficaram com os moradores de Egremont.

Na categoria feminina, a campeã foi Anne Woods. Na categoria masculina, o título foi para Gordon Blacklock, que disputava em Egremont há 13 anos sem vencer.

Sem explicação

Os competidores precisam se apresentar para a plateia fazendo suas melhores caretas, usando uma espécie de coleira para cavalos.

Jaime Reed, patrocinador da Feira de Maçãs de Egremont afirmou que o "esporte" é típico de Egremont e ficou conhecido no mundo todo.

"Acho que você precisa ver para entender e acreditar (que o campeonato existe)... palavras realmente não conseguem explicar", disse.

A edição de 2009 do campeonato foi mais acirrada devido a uma ausência ilustre. Tommy Mattinson venceu o prêmio principal durante 11 anos e foi para o Livro Guinness dos Recordes. Mas, este ano ele não participou.

Com isso, Gordon Blacklock conseguiu a vitória.

"É uma pena apenas devido às circunstâncias, de Tommy (Mattinson) não estar aqui, mas isto acontece. Infelizmente, Tommy voltará no ano que vem e estará ansioso para retomar seu título, mas vou dar trabalho a ele", afirmou.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.