Arqueólogos descobrem salão de banquetes giratório de Nero

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Arqueólogos em Roma descobriram na última terça-feira o que acreditam ser as ruínas de um salão giratório para banquetes do imperador romano Nero.

Acredita-se que a estrutura girava em torno de um pilar central, noite e dia, para imitar o movimento da Terra e impressionar convidados.

Os cientistas acreditam que o salão era movimentado por um mecanismo sob o chão, provavelmente impulsionado por uma corrente de água constante.

O salão teria sido parte do Palácio Dourado, construído por Nero no século um da era cristã.

A equipe de arqueólogos também acredita que o teto do salão tinha painéis de marfim que se abriam, espalhando perfume e flores sobre os convidados.

O imperador cometeu suicídio no ano em que o local terminou de ser construído.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.