Identificada espécie de 'minidinossauro'

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Cientistas identificaram uma nova espécie de dinossauro que, segundo eles, seria um dos menores já descobertos. O animal, que viveu há 150 milhões de anos, tinha apenas 70 centímetros de tamanho, entre o nariz e a ponta de sua cauda.

Os fósseis do dinossauro Fruitadens haagarorum foram descobertos há 30 anos, mas só agora que a nova espécie foi identificada.

Em pesquisa publicada na revista científica Proceedings B, os pesquisadores afirmam que o dinossauro teria peso inferior a um quilograma.

Os fósseis estão no Museu de História Natural de Los Angeles desde 1979, quando foram encontrados no Estado americano do Colorado.

'Pouco comum'

De acordo com pesquisadores, o pequeno dinossauro era ágil e um corredor muito rápido. Ele viveu durante a época Jurássica Superior, há cerca de 150 milhões de anos.

Ele pertencia a um grupo de dinossauros chamados ornitísquios, que comem plantas. Espécies muito maiores, como os tricerátopos e estegossauros, estão entre os animais do grupo.

O estudo foi conduzido pelo paleontólogo alemão Richard Butler, de Munique.

Ele disse à BBC que a análise dos dentes do Fruitadens revelaram que ele deveria ser onívoro, comendo apenas pequenos animais e vegetais.

"Isso é pouco comum para este grupo, já que a maioria é herbívora", disse. "Mas se você é pequeno, é difícil comer apenas vegetação, porque é difícil de digerir."

Animais maiores conseguiam sobreviver comendo apenas plantas.

O nome Fruitadens foi escolhido porque os fósseis foram encontrados na região de Fruita, no Colorado.

"O Fruitadens foi achado em uma área rochosa, a Morrison Formation, que os paleontólogos vêm estudando com atenção há 130 anos, e de onde saíram dezenas de espécies de dinossauros conhecidos hoje", disse Butler.

"Ainda assim é possível descobrir espécies únicas e extraordinárias."

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.