Cientistas provocam nevasca em Pequim

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Meteorologistas chineses provocaram uma nevasca sobre a cidade de Pequim após borrifar nuvens com iodeto de prata para combater os efeitos de uma seca.

O ministério para a Modificação do Tempo borrifou as nuvens com 186 doses da substância química para fazer chover sobre as plantações de trigo, disse o jornal Beijing Evening News.

Mas uma frente fria provocou uma forte nevasca, atrapalhando o tráfego nas estradas, ferrovias e vias aéreas.

Fazia dez anos que a neve não chegava tão cedo à capital chinesa.

Borrifar nuvens com químicos para provocar chuvas é um recurso usado com frequência na China.

Secas são comuns no norte do país, enquanto a região sul tende a sofrer com inundações frequentes.

Na província de Anhui, que enfrentava uma seca desde setembro, houve 4 cm de chuva no fim de semana.

Grande parte da agricultura do país ainda depende da chuva, já que há poucos sistemas de irrigação.

Em fevereiro, as autoridades provocaram nevascas artificiais sobre Pequim para tentar aliviar a seca.

Além de borrifar nuvens com agentes químicos, o governo chinês está construindo uma imensa rede de túneis e hidrovias que vai transportar água do sul para o norte, mas o projeto só deverá ser completado dentro de cinco anos.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.