Meio Ambiente

Brasil traz posição de vanguarda a Copenhague, diz Gil

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

O cantor, compositor e ex-ministro da Cultura Gilberto Gil afirmou nesta terça-feira que o Brasil leva “uma posição de vanguarda” à reunião das Nações Unidas sobre mudanças climáticas, em Copenhague.

Em visita, “como cidadão, pai e avô”, Gil deve passar três dias na Dinamarca para “ver, observar, ouvir e levar opiniões de volta” ao Brasil.

Otimista, o cantor e compositor afirmou que o país foi um dos mais pressionados nas últimas décadas por causa das emissões do país geradas pelo desmatamento e mais recentemente, com os números propostos para emissões.

"O Brasil traz a novidade do biocombustível com impactos mínimos na alimentação, já que o etanol americano é a base de milho, que tem impactos importantes na alimentação de mexicanos e andinos”, disse Gil, que é filiado ao Partido Verde (PV).

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.