Coliseu abrirá corredores subterrâneos fechados por 15 séculos

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Um dos principais marcos turísticos da Itália, o Coliseu, vai abrir seus corredores subterrâneos para o público pela primeira vez.

A rede de celas e túneis abrigava na Antiguidade, animais, gladiadores, escravos e pessoas que eram jogadas aos leões e tigres para entretenimento do público, que chegava a 50 mil pessoas.

Milhões de turistas visitam o Coliseu todos os anos, mas as áreas subterrâneas eram consideradas muito frágeis e por isso estavam fechadas.

O custo do projeto foi de US$ 28 milhões e agora o minucioso trabalho de proteger as frágeis estruturas está quase no fim.

O Coliseu, um dos símbolos do Império Romano, deixou de ser utilizado como espaço para entretenimento no século 6.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.