Rússia

BBC mostra como é a vida no frio extremo

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

A série Mundo de Extremos da BBC investiga diferenças globais em reportagens de rádio, TV e internet. Ao longo dos próximos meses, jornalistas da BBC estarão explorando temas como a educação de crianças, e como o crime é combatido em diferentes partes do mundo.

Para o primeiro tema - "Quente e Frio" - o jornalista Adam Mynott visitou a cidade russa de Oymyakon, oficialmente o lugar habitado mais frio do planeta.

Lá, a temperatura média em janeiro é de -46ºC. A menor temperatura já registrada na Terra foi de -89.2ºC na estação de Vostok, na Antártica, no dia 21 de julho de 1983.

O lugar habitado mais quente da Terra é um pequeno assentamento chamado Dallol, na Etiópia, onde as temperaturas médias são de 34.4ºC durante todo o ano.

No entanto, relatos recentes sugerem que não há mais moradores permanentes em Dallol. A área é extremamente remota e só se pode chegar a ela em caravanas de camelos, que ainda viajam ao local para recolher sal.

El Aziza, na Líbia, é oficialmente o lugar mais quente do planeta, tendo registrado máxima de 57.7ºC em setembro de 1922.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.