Estados Unidos

Vídeo cai na internet e muda vida de sem-teto nos EUA

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Um vídeo postado no site YouTube que mostrava um sem-teto com vozeirão de locutor de rádio causou sensação na internet e rendeu ao mendigo uma chuva de ofertas de emprego.

O vídeo no qual Ted Williams expõe seu talento para um repórter do jornal local de Ohio já registrava quase 9 milhões de acessos até esta quinta-feira, e era reproduzido em sites de notícias, blogs e comunidades sociais ao redor do mundo.

A história do sem-teto que até esta semana pedia um dólar em troca de algumas palavras ditas em voz de "seda" virou sensação nos Estados Unidos. No vídeo original, o ex-mendigo expõe o cartaz no qual dizia ter "uma voz presenteada por Deus" e agradecia por "qualquer ajuda".

Ted WIlliams

Na entrevista, Ted já aparece com barba feita e cabelo cortado

Com 53 anos de idade, Williams morava de forma improvisada em uma barraca montada atrás de um posto de gasolina à beira de uma grande via de Columbus, a capital do estado de Ohio.

No vídeo, Ted Williams conta ao repórter do Columbus Dispatch que chegou a ser empregado no rádio, mas "álcool, drogas e uma série de outras coisas" acabaram levando-o à ruína.

Quando a gravação caiu na internet, a carismática imagem do ex-sem-teto virou sensação. Na quarta-feira, durante uma entrevista para a rádio local WNCI (97.9 FM), Williams recebeu formalmente, entre muitas outras, uma oferta de trabalho de US$ 10 mil para emprestar sua voz a comerciais da Ohio Credit Union League, a associação das empresas de financiamento do Estado.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.