Comportamento

Petróleo é 'terapêutico' no Azerbaijão

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

O Azerbaijão, país na fronteira entre Europa e Ásia, é um grande produtor de petróleo, exportando milhões de barris a cada ano. O óleo negro é tão abudante que moradores do oeste do país começaram a usar o produto como tratamento para dores nas articulações.

Homem toma banho de petróleo no Azerbaijão

O petróleo é mantido na banheira a 40 graus Celsius

Um spa local oferece, entre diferentes opções de tratamento, um banho de imersão em petróleo.

O paciente deve ficar no máximo dez minutos na banheira cheia de petróleo para não alterar seu ritmo cardíaco. Segundo funcionários do estabalecimento, o óleo é mantido na banheira a 40 graus Celsius.

Usuários descrevem a experiência como um banho quente e relaxante.

Especialistas locais sustentam que o petróleo da região é rico em naftalina, químico que garante o poder de cura em casos de dores nas articulações. Mas cientistas ao redor do mundo alertam para o potencial cancerígeno da naftalina.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.