Cultura

Lady Gaga: "Sou uma mulher renascentista"

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

A cantora pop Lady Gaga é famosa pelo estilo espalhafatoso, que a levou a entrar na festa dos Grammys, dentro de uma espécie de casulo, mas ela também usa a fama para outras causas.

"Gosto de participar de organizações que conheço, causas com as quais tenho familiaridade, coisas que afetam a minha vida", afirmou à BBC.

A artista diz gostar de se envolver com assuntos que "tenham a ver com jovens, educação, justiça social".

Com o toque de Lady Gaga, no ano passado, a empresa de cosméticos MAC levantou US$ 35 milhões para o seu fundo de HIV/Aids.

Lady Gaga nos Grammys

Na cerimônia dos Grammys, Lady Gaga chego dentro de um ovo

Mas os vídeo-clips da cantora também são usados na promoção de produtos.

Na canção Pokerface, ela anuncia um site de apostas pela internet.

Em janeiro, divulgou a Polaroid, empresa da qual é diretora criativa.

Apesar dos patrocínios, ele nega ser uma artista vendida.

"Sou uma mulher da Renascença. Adoro projetar, adoro criar e agora tenho uma voz no universo."

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.