Imigração

Itália começa tirar milhares de imigrantes de ilha no Mediterrâneo

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Tocar com outro programa

O governo da Itália começou a transferência para a Europa continental de milhares de imigrantes que desembarcaram na Ilha de Lampedusa, no Mar Mediterrâneo.

A ilha italiana, que fica perto das costas da Tunísia e da Líbia, vem desde janeiro recebendo os imigrantes que tentam chegar à Europa, fugindo da violência no norte africano.

Imigrante em acampamento improvisado na ilha de Lampedusa

Muitos imigrantes ficaram em condições precárias na ilha

Viajando dias em barcos sem segurança, cerca de 6 mil imigrantes chegaram à ilha, que tem apenas 5 mil moradores. Muitos que não conseguiram lugar em abrigos na ilha ficaram em barracas, em péssimas condições.

Os imigrantes, a maioria deles vindos da Tunísia e da Líbia, estão sendo transferidos para um centro provisório na região sudeste da Itália.

Boa parte deles será enviada de volta à África, seguindo as severas leis de imigração italianas. Enquanto isso, a onda de imigração vinda do norte africano continua.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.