Espaço

Empresas particulares iniciam 'nova era espacial'

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Tocar com outro programa

Empresas particulares nos Estados Unidos vêm participando de uma nova corrida espacial.

Com a aposentadoria da frota de ônibus espaciais da Nasa prevista para este ano, o setor disputa lucrativos contratos para viagens orbitais.

A Space X, criada fortuna criada com a empresa de internet Paypal, saiu na frente.

O presidente dela, Elon Musk, vê no espaço a última fronteira para faturar alto.

"Realmente estamos entrando numa nova era de viagens espaciais. É muito empolgante e acho que deve avançar muito mais rapidamente do que a anterior", disse Musk.

Dragon, Space X

A empresa já fabricou um protótipo da cápsula que levará os astronautas

O primeiro voo ainda deve levar pelo menos dois anos para decolar. Mas os equipamentos já estão em fabricação.

Quando isso acontecer, será a primeira vez que pessoas entrarão em órbita num equipamento que não pertence a um governo.

As naves construídas pela iniciativa privada devem custar um décimo do preço de ônibus espaciais.

Outras empresas, como a Virgin do britânico Richard Branson também estão investindo em viagens espaciais, embora não em órbita.

Outras querem projetar novos ônibus espaciais, com apoio da Nasa.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.