Em segundo tempo eletrizante, Alemanha arranca empate contra Gana

Principais fatos

  • Argentina vence o Irã por 1x0 e se classifica para as oitavas de final pelo grupo F.
  • Alemanha e Gana empataram em 2x2 em Fortaleza pela segunda rodada do grupo G.
  • O alemão Klose marcou e igualou o recorde de 15 gols de Ronaldo em Copas do Mundo.
  • Nigéria e Bósnia fecham o dia, às 19h, em Cuiabá, para fechar a segunda rodada do grupo F.

Notícias ao vivo

Atualizado pela última vez 21 junho 2014

12:38

Confira como foi 10º dia da Copa do Mundo:

No Mineirão, em Belo Horizonte, a Argentina bateu o Irã por 1 a 0, pela segunda rodada do grupo F, com um gol de Messi aos 46 minutos do segundo tempo. Com a vitória, a Argentina garantiu sua vaga nas oitavas de final. Já o Irã terá de vencer a Bósnia e torcer por uma derrota da Nigéria para disputar no saldo de gols um lugar na fase do mata-mata.

Alemanha e Gana empataram em 2 a 2 no Castelão, em Fortaleza, pela segunda rodada do Grupo G. O primeiro gol foi marcado pela seleção alemã, mas Gana conseguiu virar o placar no segundo tempo. O empate alemão veio com o atacante Miroslav Klose, que, com 15 gols em Copas do Mundo, igualou o recorde ao do brasileiro Ronaldo.

Já a Nigéria venceu a Bósnia por 1 a 0 na Arena Pantanal, em Cuiabá. Com a derrota, a Bósnia foi eliminada da Copa do Mundo e enfrenta o Irã na próxima quarta-feira apenas para cumprir tabela.

 

12:38

Torcedores da Argentina (Reuters)

As escalações para a partida entre Argetina e Irã são:

IRÃ: Haghighi, Haji Safi, Hosseini, Sadeghi, Nekounam, Shojaei, Timotian, Montarezi, Ghoochannejad, Dejagah, Pooladi. Técnico: Carlos Queiroz.

ARGENTINA: Romero, Garay, Zabaleta, Gago, Di Maria, Higuain, Messi, Mascherano, Rojo, F. Fernandez, Aguero. Técnico: Alejandro

ÁRBITRO: Milorad Mazic (Sérvia)

ASSISTENTES: Milovan Ristic e Dalibor Djurdjevic (Sérvia)

BREAKING 12:38

Reprodução

O sábado começou com tensão em Belo Horizonte, onde a torcida argentina se reúne para assistir o jogo contra o Irã, às 13h.

De acordo com o portal G1, uma briga entre argentinos e brasileiros durante a madrugada deixou uma pessoa ferida na Savassi, região central e boêmia da cidade.

Um brasileiro teria sido detido por atirar uma garrafa contra policiais, que usaram bombas para dispersar os torcedores.

Um vídeo postado no YouTube por Alexandre Magno mostra cenas da confusão: http://bit.ly/1p2ZRLv

12:41

Marcelo Crescenti, De Milão, para a BBC Brasil

Na Itália o clima é de desespero e desânimo depois da inesperada derrota contra a Costa Rica. O jornal italiano La Repubblica criticou duramente uma seleção "sem idéias e sem caráter" e a imprensa põe a culpa do fracasso no técnico e também no centroavante Mario Balotelli.

"Uma Itália como um pesadelo" é a manchete da Gazzetta dello Sport. "Foi como se Balotteli não estivesse em campo", critica o jornal esportivo. Já o diário Tuttosport diz que o culpado também é o técnico Cesare Prandelli, que teria feito as substituições erradas no segundo tempo. "O problema contra o Uruguai será o cansaço", diz a Gazzetta, preocupada com o próximo jogo. O medo da eliminação é evidente.

12:45

Torcedores do Irã (Reuters)

Os argentinos invadiram Belo Horizonte, mas os torcedores iranianos também estão presentes no Mineirão para apoiar a sua seleção, que empatou com a Nigéria na primeira rodada e precisa desta vitória.

13:00

COMEÇA O JOGO ENTRE ARGENTINA E IRÃ NO MINEIRÃO!

13:11

Getty

O repórter da BBC Richard Conway diz que o Maracanã deve ter um esquema reforçado de segurança neste fim de semana, em preparação para o jogo entre Rússia e Bélgica no domingo.

O número de policiais no estádio aumentará de 600 para 3.100, além de 1.100 stewards.

O reforço acontece depois que 87 torcedores chilenos foram detidos na quarta-feira, depois de invadir o estádio através do centro de imprensa, em uma tentativa desesperada de ver a partida entre o Chile e a Espanha. Uma parede caiu na sala de imprensa e causou confusão no local.

Alguns torcedores sem ingresso também pularam muros e cercas do estádio antes do jogo entre Argentina e Bósnia no último fim de semana.

Depois de uma reunião entre a Fifa, o comitê organizador local e autoridades na sexta-feira, o comandante da Polícia Militar do Rio José Luis Castro disse: "Nós vamos estabelecer um cordão de isolamente extra com cercas móveis nas áreas sensíveis do Maracanã e mobilizar 600 policiais nestas zonas".

No início da semana, o chefe de segurança da Fifa, Ralf Mutschke, afirmou que o órgão está envergonhado pelos lapsos na segurança e pediu novas medidas para impedir que as invasões se repitam no estádio que receberá a final da Copa do Mundo, no dia 13 de julho.

13:12

AFP

A Argentina estará praticamente classificada se vencer o Irã, que por sua vez precisa da vitória depois do empate no primeiro jogo para seguir com chances e chegar às oitavas de final.

13:16

Uma pequena manifestação contra a Fifa acontece neste momento em Copacabana, no Rio de Janeiro:

13:16

AFP

15': A Argentina tem mais posse de bola nesse início de jogo em Belo Horizone. Mas a defesa do Irã vem fazendo um bom trabalho e não dá muitos espaços para o perigoso ataque argentino.