Fale com a gente
BBC Brasil

Primeira página

Ivan Lessa

Especial

Fórum

Aprenda inglês

Parceiros

Sobre a BBC

Other Languages

 Você está em: Notícias

17 de maio, 2001 - Publicado às 10h24 GMT

Vice-primeiro-ministro britânico justifica participação em briga
John Prescott diz que apensa se defendeu
John Prescott diz que apensa se defendeu

O vice-primeiro-ministro da Grã-Bretanha, John Prescott, afirma que estava agindo em autodefesa quando desferiu um soco na cara de um manifestante na quarta-feira, no País de Gales.

Prescott estava fazendo campanha eleitoral para o Partido Trabalhista na região, mas foi recebido por um grupo de manifestantes hostis.

Ao ser atingido por um ovo na cabeça, o vice-primeiro-ministro deu um soco em um dos manifestantes. Logo depois, os dois se envolveram numa briga - apartada por vários policiais, que prenderam o manifestante.

O Partido Trabalhista lidera todas as pesquisas de intenção de voto no país. As eleições na Grã-Bretanha acontecem no dia 7 de junho e podem reconduzir o primeiro-ministro trabalhista, Tony Blair, ao cargo.

Críticas

Os líderes do Partido Conservador, de oposição, criticaram Prescott duramente.

Andrew Lansley, do Partido Conservador, afirmou que "todos nós podemos enfrentar provocações, mas não podemos perder a cabeça".

A deputada Brendan Murphy, também do Partido Conservador, foi mais longe: "Ele tem que renunciar ao cargo. Que tipo de exemplo ele deu aos jovens do país? Nós não queremos este tipo de modelo."

A quarta-feira foi o dia mais difícil da campanha até aqui para o Partido Trabalhista.

O próprio Tony Blair passou por uma situação embaraçosa, quando fazia campanha eleitoral em Birmingham, no centro da Inglaterra.

A esposa de um homem que sofre de câncer decidiu manifestar sua insatisfação com o sistema de saúde no país.

Ela disse que não havia nenhum leito disponível para seu marido na unidade de medula óssea do hospital a que se dirigiu.

"Poder me dizer o que você vai fazer para dar melhor assistência a pessoas que precisam?", perguntou indignada Sharron Storer, de 38 anos.

O primeiro-ministro tentou responder, mas a mulher simplesmente lhe virou as costas e se retirou do local.

 Pesquisa na BBC Brasil

   E-MANCHETE
Assine o serviço da BBC Brasil para receber as principais notícias por e-mail.
   ORIENTE MÉDIO
Leia as últimas notícias e análises sobre o processo de paz entre Israel e os palestinos.









Matérias Relacionadas


    Para cima    

BBC Brasil
Fale com a gente
Brasil@bbc.co.uk

   

Primeira página | Ivan Lessa | Especial
Fórum | Aprenda inglês | Parceiros
Sobre a BBC

   
© BBC World Service
Bush House, Strand, London WC2B 4PH, UK.
Serviço Mundial da BBC:
Notícias e áudio em 43 línguas: