BBC World Service LogoHOMEPAGE | NEWS | SPORT | WORLD SERVICE
Portuguese Pesquisa na BBC Brasil
 
Primeira Página
Saúde &
Tecnologia
Economia
Cultura
Especial
Fórum
Aprenda inglês
ÁUDIO
Dois minutos pelo mundo
Notícias
Mundo Hoje
De Olho
no Mundo
Programação
Como Sintonizar
SERVIÇOS
Parceiros
Sobre a BBC
Expediente
Página simplificada
Fale com a gente
Empregos
E-manchetes
LÍNGUAS
Espanhol
Português para a África
Árabe
Chinêês
Persa
Hindi
Urdu
BBC News
BBC Sport
BBC Weather
 Você está em: Notícias
22 de maio, 2002 - Publicado às 14h53 GMT
Água de beber, Camará!



Na Grã-Bretanha, neste ano de 2002, as vendas de águas minerais deverão chegar, pela primeira vez na história, a perto de US$ 1,5 bilhão.

Há mais de 150 marcas à escolha do freguês, entre domésticas e importadas. As águas minerais não vêm simplesmente divididas entre "com gás" e "sem gás".

Há água com dose extra de oxigênio, que não é para os que pintam os cabelos, mas sim para os que fazem ginástica com frequência. Há água enriquecida com vitaminas para os que estão de regime. Há água para as crianças com menos de 10 anos.

E nos hotéis de luxo, há mesmo um "sommelier" de águas minerais engarrafadas. "Sommeliers", lembremos, são aqueles "mâitres" de vasto e decorativo colar de ouro em torno do pescoço, que cuidam apenas da carta de vinhos dos freqüentadores.

Como dizia a velha marchinha, em outro contexto, as águas estão rolando. E rolarão ainda mais.

As previsões são de que, lá pelo ano de 2004, a água mineral deverá substituir o chá como a bebida favorita da nação.

Senhoras convidarão outras senhoras para a água mineral das 5 horas da tarde e, entre borbulhas, discutirão a vida dos outros.

Não entendo e nem simpatizo com o fenômeno hidromineral.

A água mineral era com ou sem borbulhas. As borbulhas eram pequeninas ou gordinhas. Ponto.

Depois tinha a água Cristal, que a gente botava no uísque quando se estava aprendendo a tomar uísque. Outro ponto.

Nunca se equacionou água mineral com saúde. No máximo, de vez em quando alguém lembrava que ajudava a digestão. E era só.

Agora todo mundo sabe que um adulto perde cerca de um litro de fluidos por dia, que precisam ser substituídos.

Mas atenção: substituídos não necessariamente por água. Mineral ou não. Qualquer fluido. Refrigerante gasoso, chá, mate espumante, café, leite e por aí afora.

Rolam, no entanto, as águas.

Nenhuma, no entanto, chegando perto, ou mesmo aos pés, da velha água da bica ou, principalmente, da água de filtro -- aquele copo com gosto de barro e esplêndida infância, bebido às pressas na cozinha, de tarde, abandonando por uns instantes a pelada e debaixo do conselho da cozinheira:

"Não beba tão depressa que faz mal, menino!".


 Clique aqui para ouvir esta coluna do Ivan Lessa
 
   E-MANCHETE
Assine o serviço da BBC Brasil para receber as principais notícias por e-mail.
   ORIENTE MÉDIO
Leia as últimas notícias e análises sobre o processo de paz entre Israel e os palestinos.









Notícias relacionadas:
20 de maio, 2002
  A Última do Papagaio
17 de maio, 2002
  Costa del Londres
15 de maio, 2002
  A experiência do real
13 de maio, 2002
  A última do monoculturalista
10 de maio, 2002
  Violência: a solução espanhola
BBC World Service Logo ^^Volta ao início da página
Primeira Página | Saúde & Tecnologia | Economia | Cultura | Especial
Fórum | Aprenda inglês
---------------------------------------------------------------------------------------------------
Programação | Como Sintonizar
Parceiros | Sobre a BBC