Menino de onze anos mata seis touros em busca de recorde

O toureiro Michelito, de 11 anos, durante tourada no dia 24 de janeiro, no México
Image caption Michelito matou seis touros jovens durante tourada em Mérida

Um menino mexicano de onze anos matou seis touros jovens em uma única tourada, na tentativa de entrar no Livro Guiness de Recordes.

A realização da tourada recebeu sinal verde das autoridades no último minuto apesar de pressões do serviço de proteção de crianças e de grupos de defesa de animais que fazem campanha contra o espetáculo.

O prefeito de Mérida havia suspendido a tentativa de recorde dizendo que era ilegal para menores de 18 anos participar de espetáculos públicos com alto risco.

Mas o pai do menino, que é um toureiro francês aposentado, e sua mãe, uma empresária, lançaram um apelo público para que o espetáculo pudesse ser realizado, e conseguiram uma autorização judicial.

O recorde, de toureiro mais jovem a matar tantos animais, só será confirmado depois que os autores do Livro dos Recordes Guinness analisarem um vídeo da tourada.

Pizza de cogumelos

Cerca de 3,5 mil pessoas, inclusive várias crianças, compareceram à praça de touros na cidade de Mérida, no Estado de Yucatán.

"Eu estou feliz de ter conseguido esta grande vitória", disse Michelito Lagravere Peniche ao deixar a arena em Mérida.

O embate exigiu muita energia do menino. "Estou um pouco cansado, estava com muita fome, vou comer uma pizza de cogumelos e queijo e acho que vou dormir", disse ele em seguida, de acordo com o jornal espanhol ABC.

Michelito já é conhecido entre os apreciadores de touradas. Ele entrou em uma arena pela primeira vez aos quatro anos de idade. Aos seis, matou um bezerro e, a partir de então, participou de espetáculos em várias partes do mundo.

A controvérsia sobre a sua idade não perturba o jovem toureiro. "Os opositores de touradas não deveriam meter o nariz em coisas de que não gostam", disse ele antes da tentativa de recorde.

Além das touradas, Michelito gosta de música. Ele diz que gosta de tocar violão. "Gosto de rock e sempre fico pensando em tomar este caminho aos 12 anos, o que seria um sonho para mim", disse, segundo o ABC.