Confrontos na fronteira entre Israel e Gaza matam dois

Soldado ferido é levado a hospital
Image caption Nenhum grupo palestino assumiu o ataque

O Exército de Israel confirmou que um soldado morreu e outros três ficaram feridos em um ataque perto da fronteira com a Faixa de Gaza.

Segundo os militares, um artefato explosivo foi colocado no lado israelense da fronteira tendo como alvo uma de suas patrulhas.

Testemunhas palestinas dizem que logo em seguida, os soldados israelenses abriram fogo na direção de Gaza, matando um fazendeiro palestino.

O Exército agora fechou todos os pontos de acesso a Gaza, impedindo inclusive a entrada de comboios de ajuda humanitária.

Nenhum grupo palestino assumiu a autoria pelo ataque.

Cessar-fogo

Trata-se do mais grave incidente desde que Israel e o grupo palestino Hamas declararam separadamente um cessar-fogo para o conflito em Gaza, há pouco mais de uma semana.

A ofensiva israelense durou três semanas e matou cerca de 1,3 mil palestinos. Outros 13 israelenses morreram, sendo dez deles soldados.

Mediadores do Egito têm se encontrado separadamente com representantes de Israel e do Hamas para tentar negociar um cessar-fogo permanente.

O grupo palestino pede a reabertura das fronteiras de Gaza, inclusive com o Egito, e o fim do bloqueio econômico israelense.

Já o governo de Israel quer o fim dos ataques com foguetes em seu território e um maior patrulhamento da fronteira de Gaza com o Egito para tentar impedir o contrabando de armas para militantes.