Óctuplos nascidos nos EUA já respiram sem aparelhos

Os médicos Karen Maples (esq), Harold Henry e Mandhir Gupta
Image caption Os médicos Karen Maples (esq), Harold Henry e Mandhir Gupta deram detalhes sobre o parto

Os oito bebês gêmeos nascidos prematuramente na segunda-feira em Los Angeles, nos Estados Unidos, estão respirando sem a ajuda de aparelhos, segundo anunciaram médicos do hospital Kaiser Permanente Bellflower, na noite de terça-feira.

"Os seis meninos e as duas meninas estão muito, muito bem", disse o médico Mandhir Gupta ao canal de televisão americano ABC. "Apenas três deles ainda precisam receber oxigênio, mas estão respirando sozinhos."

Segundo ele, os bebês ainda devem ficar na incubadora durante várias semanas. Eles estão sendo alimentados com leite materno através de tubos nasais.

A mãe, que ainda não quis se identificar, disse que pretende continuar amamentando diretamente os filhos quando eles tiverem alta.

Surpresa

Este é o segundo caso de óctuplos registrado nos Estados Unidos. O primeiro foi em Houston, no Texas, em 1998, mas um dos bebês morreu uma semana depois do parto.

A cesareana em Los Angeles ocorreu nove semanas antes da data prevista para o nascimento. Os bebês pesavam entre 820 gramas e 1,54 quilo cada um.

A mãe e a equipe médica que a acompanhava esperavam sete bebês e ficaram surpresos ao descobrir que havia um oitavo.

O parto envolveu 46 profissionais, entre médicos, enfermeiras e assistentes, mas durou apenas cinco minutos.

A pedido da mãe, o hospital não informou se ela engravidou espontaneamente dos oito bebês ou se fez inseminação artificial.

Também não foram dados mais detalhes sobre a família, nem houve autorização para a divulgação de fotos.