Rússia suspende posicionamento de mísseis, diz agência

O sistema de mísseis Iskander (arquivo)
Image caption Governo russo disse que mísseis seriam resposta aos EUA

A Rússia anunciou que vai suspender os planos de posicionar mísseis de curto alcance no enclave de Kaliningrado, no Mar Báltico, segundo informações divulgadas nesta quarta-feira pela agência de notícias russa Interfax.

Um representante das forças armadas russas disse à agência que a decisão foi tomada porque o novo governo dos Estados Unidos não está mais apressando os planos de instalar um sistema de defesa anti-mísseis nos territórios da Polônia e da República Checa.

A proposta americana havia irritado o governo russo e, em novembro, o presidente Dmitri Medvedev anunciou o posicionamento em Kaliningrado.

O governo do ex-presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, alegava que o sistema serviria como proteção contra ataques vindos de "países hostis", como o Irã. Mas a Rússia via os planos como uma ameaça à sua própria segurança.

O Ministério da Defesa russo ainda não confirmou as informações da Interfax.

Mas a agência é sempre utilizada pelo governo russo para "lançar" propostas.

Se a informação for confirmada, esse poderá ser um sinal de que o Kremlin tem esperanças que o governo de Barack Obama desista dos planos de instalar o escudo antimísseis na Europa.

E se a Rússia de fato engavetar os planos, será um importante gesto conciliatório com a nova administração americana.